top of page
  • Foto do escritorO Canal da Lili

São Paulo: em audiência pública, Bebel defende diálogo para combater a violência nas escolas


Audiência pública aconteceu na última segunda (17), no auditório da Alesp - Imagem: Divulgação

A audiência pública promovida pela deputada estadual Professora Bebel (PT), que também é presidenta da Apeoesp (Sindicato dos Professores no Ensino Oficial do no Estado de São Paulo), na última segunda-feira (17), no auditório Paulo Kobayashi, da Alesp - Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, para debater a violência nas escolas, a parlamentar disse que esse problema “não se resolve virando a chave, mas, sim, com diálogo”. Justamente com base nesta tese, na audiência, a Professora Bebel defendeu o diálogo envolvendo todos os segmentos da sociedade para combater a violência nas escolas, assim como a contratação de mais funcionários, para atuar nas escolas, dizendo que é importante a ronda policial no entorno das escolas, mas que é preciso funcionários, por exemplo, tanto para operar o sistema de câmeras como de detector de metais.



A audiência contou com a participação de presidentes e representantes da CUT/SP, APASE, Apeoesp, CPP, Afuse, UPES, UESP, SINDPSI, SINTEPS, Fórum Estadual de Educação, além da vereadora Iara Bernardi, de Sorocaba, do professor João Palma, enquanto que Marcela Milano, do Sindicato dos Psicólogos contribuiu abordando a importância do processo de luta por paz nas escolas, defendendo a presença de psicólogos em todas as escolas públicas do Estado de São Paulo. Já o pesquisador João Paulo Cunha, do Instituto Locomotiva, apresentou os resultados da pesquisa sobre violência nas escolas encomendada pela Apeoesp, enquanto Yan Evanovich, coordenador de juventude da SECADI/MEC, informou que o presidente Lula anunciará medidas para a prevenção e combate à violência nas escolas e, ao mesmo tempo, que o grupo de trabalho que vem produzindo políticas neste campo agendará entre as oitivas uma com o mandato popular da deputada Professora Bebel.


Ao final da audiência, depois de quase três horas de debates, a Professora Bebel disse: “estou ainda mais convencida neste momento que, se é verdade que medidas de segurança no entorno das escolas são necessárias, as chaves fundamentais são o diálogo, o cuidado, a gestão democrática, a participação da comunidade, o fortalecimento dos Conselhos de Escola, defesa do papel social da escola pública e sua valorização, a defesa e valorização de seus profissionais e os investimentos materiais e humanos necessários

para mudarmos essa realidade de forma estrutural e duradouro”.

Comments


  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon
bottom of page