• O Canal da Lili

Unimep: vereadores aprovam retomada de Fórum e marcam reunião pública para quarta-feira


Reunião pública sobre a situação da Unimep será nesta quarta-feira (3), às 14h - Imagem: Divulgação/Câmara

Requerimento 246/2021, da Comissão de Educação, Esportes, Cultura, Ciência e Tecnologia, da Câmara, presidida por Raimunda de Almeida (PT), relator Thiago Ribeiro (PSC), membro Zezinho Pereira (Democratas) e também assinada pelos vereadores André Bandeira e Pedro Kawai, ambos do (PSDB) e Silvia Morales (PV), do Mandato Coletivo A Cidade É Sua, aprovado em caráter de urgência, na 8.ª reunião ordinária, no último dia 25, solicita a retomada das atividades do Fórum de Defesa da Unimep (Universidade Metodista de Piracicaba), instituído pelo decreto legislativo 38/2017 e também convida professores, funcionários e alunos da instituição, as entidades representativas e órgãos de classe da sociedade piracicabana, bem como todos os cidadãos que tenham como referência esta instituição, a participarem de reunião pública, nesta quarta-feira (3), às 14h, para discussão da atual situação de crise que passa esta instituição.


No requerimento os parlamentares consideram que, no último dia 19 de fevereiro, foi noticiado pelos meios de comunicação de Piracicaba e cidades vizinhas, que a Reitoria da Universidade Metodista de Piracicaba comunicou à comunidade acadêmica sua decisão de encerrar o oferecimento de diversos cursos e, inclusive, inativar o campus de Santa Bárbara d’Oeste. "É de conhecimento geral que essa instituição de ensino há anos está em crise financeira e com diversos problemas no referente a sua gestão administrativa, com impactos desastrosos de diversos matizes para a comunidade interna e externa nas cidades onde mantém suas unidades", destacam.


"É sabido que a Unimep é referência nacional em educação e uma das instituições educacionais mais respeitadas no âmbito acadêmico, sendo tradicional na inovação científica, levando ao Brasil e a outros locais do mundo o nome da nossa cidade de Piracicaba".


O requerimento destaca que: "É certo que a Unimep é uma instituição particular ligada à Igreja Metodista, porém, toda essa situação criada de instabilidade afeta, sem dúvida nenhuma, a cidade de Piracicaba como um todo e esta Casa não pode se furtar de trazer o debate junto com todos setores da comunidade piracicabana para discutir a situação e auxiliar, de algum modo, a solução desses problemas, sempre visando a autonomia da instituição e invocando sua história pelas lutas democráticas e na excelência do ensino lá ministrado, tornando-a única e referência como instituição de ensino".


No requerimento os parlamentares também solicitam que, sejam convidadas a participar desta reunião pública: Acipi, Simespi, Coplacana, Conespi, prefeito municipal de Piracicaba, deputada Bebel, deputado Roberto de Morais, Associação Paulista de Medicina, Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Piracicaba, Conselho Regional de Odontologia, Conselho Regional de Farmácia, OAB Piracicaba, Conselho Regional de Psicologia, Sindicato dos Contadores, Conselho Regional de Fisioterapia, Adunimep (Associação dos Docentes da Unimep), ao Sinpro (Sindicato dos Professores), Associação dos Funcionários do Instituto Educacional Piracicabano e ao Sindicato dos Auxiliares em Administração Educacional de Piracicaba. "E, que também seja convidado a participar por intermédio de seus representantes a direção do Instituto Educacional Piracicabano e a Reitoria da Universidade Metodista de Piracicaba", reiteram os parlamentares.

  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon