top of page
  • Foto do escritorO Canal da Lili

Streaming: Anastácia lança EP Remix com beats sensuais e resgate de raízes pelo Toca Discos


O EP Remix traz o resgate das raízes capixabas - Imagem: Divulgação

Quatro canções do elogiado disco de estreia da cantora e compositora Anastácia, mais um pout pourri de três músicas de domínio público do congo capixaba, ganham ainda mais balanço, sensualidade e doçura em versões remix no EP que ela acaba de lançar no streaming pelo selo Toca Discos. Alguns dos remix do EP foram produzidos pelo coletivo carioca Rev Beats e outros pelo produtor capixaba Barol Beats. O material ainda tem participação de mais dois artistas do Espírito Santo: Magro e Afronta MC. Ouça aqui: https://links.altafonte.com/Anastacia_Remix.


A faixa inédita, 'Rainha/Sereia/Santo Antonio', que reúne três congos de domínio público, com participação do pesquisador e músico Fábio Carvalho, ainda ganhou um lindo videoclipe, rodado na terra natal de Anastácia, o Espírito Santo: https://youtu.be/rr_7evZG2v0.


Com o EP, Anastácia joga outro olhar e oferece novas possibilidades a músicas do álbum intitulado: o samba sofisticado dá espaço para elementos eletrônicos suaves e melódicos, tornando as canções mais acessíveis e leves.



As releituras e sua versão para três congos capixabas, exalta Anastácia, é também uma maneira de se reconectar ao Espírito Santo – ela é natural da litorânea Linhares – após anos de residência e trabalhos no Rio de Janeiro, especialmente no universo do samba. Isso também remete aos feats com artistas locais. Portanto, o EP Remix é tanto uma continuidade e extensão do álbum de estreia como um novo marco em sua carreira: o resgate das raízes capixabas passa a ser fundamental para Anastácia daqui em diante.


Durante a gravação dos congos de domínio público junto a Fábio Carvalho, aliás, um dos precursores do resgate e fusão deste gênero autêntico do Espírito Santos nos anos 2000 às guitarras e música eletrônica, Anastácia rememorou a cultura e folclore capixaba, como festas que frequentava em Linhares na infância. Ela menciona a Festa do Caboclo Bernardo (homenagem a um caboclo que salvou mais de 100 pessoas em um naufrágio, na boca do rio Doce, na época da colonização).


“Queria muito trabalhar com artistas capixabas e fazer conexões para além da música, reconectar de forma pessoal para as novas músicas que está compondo e quer gravar. Aqui é um novo lugar, fui aprendendo a lidar com estas possibilidades e chego à certeza do que quero com a sonoridade do próximo disco”, ela conta.


Ficha técnica do clipe

Direção, Fotografia e Montagem: Edu Donaa e Gabs Hand; Produção Executiva: Rômulo Correa; Figurino: Roberta Moraes; Beauty Stylist: Camila Sianga; Unhas: Thiara Irineu.


Anastácia, biografia

Anastácia é uma das representantes da Música Brasileira, que mantém sua base em matrizes étnicas. Formada em Música, integrante do ASA I (Arte Sônica Amplificada) - British Consil/Oi Futuro - e embaixadora do WME Awards By Music2!, a cantora e compositora foi premiada como intérprete pelo CepeFundão - Petrobras e pelo Festival Sesi Música, o último por dois anos.


Imagem: Divulgação

Em sua carreira musical fez abertura de shows como o de Hamilton de Holanda, Diogo Nogueira, Jair Rodrigues e Ivan Lins. Foi intérprete do espetáculo Samba Buarque de Hollanda; Fez trabalhos vocais com Zé Renato, Cacique de Ramos, Arlindo Cruz, Monarco e Xande de Pilares. Em 2021 estreou uma de suas músicas na série Os Ausentes, da HBO Max e produziu um videoclipe com duas de suas músicas, o curta de Sou Dessas e Eu Não, lançado no dia 15/10/2021 num evento que reuniu artistas de diversos nichos na rua Sete de Setembro, Centro de Vitória.


Lançado no dia de 2 dezembro de 2021, Anastácia é seu mais primeiro álbum, que traz no repertório suas músicas autorais e parcerias como Waltiz Zacarias e outras. O lançamento ganhou uma matéria no G1 destacando suas composições: Anastácia, voz capixaba das rodas cariocas de samba, pede passagem com o primeiro álbum, por Mauro Ferreira, jornalista que escreve sobre música desde 1987, com passagens em O Globo e Bizz.


SERVIÇO

Comments


  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon
bottom of page