top of page
  • Foto do escritorO Canal da Lili

Sinfônica de Piracicaba apresenta clássicos do jazz na estância de Águas de São Pedro (SP)


OSP tem como diretor artístico e regente titular o maestro alemão Knut Andreas - Foto: Nanah Dluize

A Orquestra Sinfônica de Piracicaba preparou um espetáculo musical em homenagem aos principais nomes do jazz norte-americano, como Frank Sinatra, Cole Porter, Leonard Bernstein e Louis Armstrong. O concerto, intitulado "OSP goes Jazz", acontece no Centro de Convenções de Águas de São Pedro (SP), no dia 28 de outubro, às 18h, com entrada gratuita. A regência é do maestro alemão Knut Andreas, com a participação do cantor Gabriel Locher e do percussionista Rafael Peregrino como solistas.


O espetáculo integra a 2ª edição do Gourmet Jazz Festival e do 1° Águas Jazz. O concerto é aberto ao público, sem necessidade de retirada antecipada de ingressos, sendo a entrada por ordem de chegada. Serão disponibilizadas 1.000 cadeiras. A acessibilidade do local está assegurada para as pessoas com deficiência, além da presença de intérprete de Libras - Língua Brasileira de Sinais.



A apresentação é realizada por meio da Lei de Incentivo à Cultura, do Governo Federal, e tem o patrocínio prata da Caterpillar, Drogal e Hyundai, apoio da Prefeitura de Águas de São Pedro e Semac - Secretaria Municipal da Ação Cultural. São parceiros a Empem - Escola de Música de Piracicaba Maestro Ernst Mahle, Ibis Styles Piracicaba, Jornal de Piracicaba, Monte Sul, Padaria do Vovô, Rádio Educativa FM e Rádio Jovem Pan Piracicaba.


"O concerto mescla a execução apenas de obras instrumentais, portanto, apenas pelos músicos da orquestra, e outras acompanhadas pelo barítono Gabriel Locher", explica o maestro Knut Andreas. "Estamos propondo uma viagem musical ao público, que terá a chance de ouvir um repertório de sucessos que ficaram conhecidos nas principais vozes americanas ao longo das décadas", completa o diretor artístico e regente titular da OSP.


Com a participação do cantor Gabriel Locher, conhecido como o “novo crooner brasileiro”, a OSP apresenta sucessos que ficaram conhecidos na interpretação de Frank Sinatra: "Fly Me To The Moon", uma das primeiras músicas a serem reproduzidas na lua na missão Apollo 11; "I've Got You Under My Skin", uma das grandes canções americanas do século 20, regravada por Michael Bublé, Diana Krall e Carly Simon, e "Night and Day", gravada por Billie Holiday, Doris Day, Etta James e U2.


Ainda da safra Sinatra, orquestra e cantor interpretam "Feeling Good", escrita para um musical britânico e gravada por Nina Simone, Michael Bublé e Muse, destaque em filmes, programas de TV e comerciais, incluindo a série Doctor Who e o longa-metragem V de Vingança; "Come fly with me", um dos maiores sucessos da carreira de Sinatra e frequentemente considerada uma das melhores obras do jazz americano; e "The Way You Look Tonight", vencedora do Oscar de Melhor Canção Original em 1937, gravada também por Tony Bennett e Michael Bublé.


O cantor Gabriel Locher atua como solista convidado - Foto: Divulgação

Do repertório exclusivamente instrumental estão dois medleys: o primeiro é um tributo a Louis Armstrong, com os sucessos "What A Wonderful World", "When The Saints Go Marching In", "St. Louis Blues" e "Hello Dolly"; o outro reúne obras de Duke Ellington, lendário artista de piano e compositor de jazz do século 20.


Foi incluída também "Mack the Knife", canção que fez parte do musical A Ópera dos Três Vinténs, gravada por Louis Armstrong, que ganhou um Grammy em 1959, além de ter ficado conhecida nas vozes de Frank Sinatra, Ella Fitzgerald, Bobby Darin, Tom Waits e outros artistas.


Do maestro, pianista e compositor americano Leonard Bernstein, vencedor de vários Grammy, a OSP apresenta a suíte de "West Side Story", musical que é um dos maiores sucessos na Broadway. "A suíte possui uma variedade de gêneros, incluindo jazz, música clássica e música latina. Essa mistura de estilos torna a trilha sonora do musical única e inovadora", lembra Knut Andreas.


Do compositor e pianista russo Dmitri Shostakovich, o programa traz "Tahiti Trot (Tea for Two)", peça orquestral baseada na melodia da canção Tea for Two, escrita para o musical No, No, Nanette. Shostakovich a compôs em 1927 como uma aposta de seus amigos, que o desafiaram a orquestrar a melodia em menos de uma hora, tarefa completada com sucesso. Ela foi originalmente intitulada desta forma porque o compositor não sabia o título original da melodia e pensou que soava exótico.


Percussionista Rafael Peregrino também será solista em concerto - Foto: Cristiano Prado

Ainda como parte do repertório está "The golden age of the Xylophon" (ou "A era de ouro do xilofone", em livre tradução). Trata-se de um solo ao xilofone, que recebeu arranjo do percussionista da OSP, Rafael Peregrino, que será responsável pela execução da obra. A estreia da música, em 1987, ocorreu durante uma transmissão de rádio ao vivo na China, para uma audiência de 60 milhões de pessoas.


Além disso, a OSP contará com uma participação especial de Lucas Alexandre e Nathan de Barros, que interpretam a música “Só o começo”, de Pedro Valença, com arranjo de Reinaldo dos Anjos. Orientados pela professora de música Raquel Angeoleti, eles fazem parte do CRP (Centro de Reabilitação Piracicaba), instituição que busca o protagonismo social das pessoas com deficiência física, intelectual e múltipla e pelo fortalecimento de suas famílias.


SERVIÇO

Concerto OSP goes Jazz, com a Orquestra Sinfônica de Piracicaba, no Centro de Convenções de Águas de São Pedro, à avenida Carlos Mauro, 90, no Centro. Sábado (28), às 18h. Capacidade: 1.000 lugares. Entrada gratuita. Ocupação por ordem de chegada.


댓글


  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon
bottom of page