• O Canal da Lili

Semana Municipal de Aleitamento Materno de Piracicaba abre nesta segunda-feira (2)


Segundo a WABA, a meta global para 2025 é de 50% de aleitamento exclusivo - Imagem: Prefeitura/CCS

Começa na segunda-feira (2), a 5ª edição da Smam (Semana Municipal de Aleitamento Materno) de Piracicaba. Com a impossibilidade do município realizar eventos presenciais devido à pandemia da Covid-19, mais uma vez a Secretaria de Saúde trará a programação do evento de forma on-line com transmissão pelas redes sociais da Smam – Facebook, Instagram (@smampiracicaba) e YouTube (Smam Piracicaba) como forma, também, de celebrar o intitulado Agosto Dourado pela sua relação com o leite materno, considerado um alimento padrão ouro para a primeira infância e de extrema importância para a redução da mortalidade infantil. Assim como nos últimos anos, a realização é da Prefeitura em parceria com o HFC (Hospital dos Fornecedores de Cana), Santa Casa de Piracicaba, Unimed Piracicaba, MamAção e instituições parceiras.


Como já é tradicional, a palestra de abertura acontece sempre com um tema ligado ao foco da Semana Mundial. Com transmissão pelo YouTube, o pediatra, Consultor Internacional de Lactação (IBCLC), docente da Faculdade de Medicina-UFRJ, Marcus Renato de Carvalho, vai falar sobre o tema Proteger a Amamentação: uma Responsabilidade Compartilhada, tendo como mediadores o médico pediatra Rogério Tuon, coordenador do Programa Saúde da Criança de Piracicaba e do Programa de Residência Médica da Secretaria Municipal de Saúde e da enfermeira obstetra Tatiana Bonini.


A programação completa pode ser conferida no link: http://saude.piracicaba.sp.gov.br/programacao-da-5a-semana-municipal-do-aleitamento-materno-de-piracicaba-2021/ . “Após a semana, a programação segue até o final de agosto com lives no Instagram sempre as terças e quintas-feiras, às 20h, sempre com temas diversos voltados a amamentação. São abordagens que ensinam e orientam a população, ou seja, não é especificamente para quem vai ser mãe ou para a mãe que amamenta, ela é interessante para toda a família. Vale a pena conferir”, destacou a enfermeira obstetra Tatiana Bonini, coordenadora de enfermagem do Departamento de Atenção Básica de Piracicaba e uma das coordenadoras do evento.


OBJETIVOS

De acordo com a coordenação da 5ª Smam, os objetivos deste ano são formados por quatro pilares: informar as pessoas sobre a importância de proteger a amamentação; apoiar a amamentação como uma responsabilidade vital de saúde pública; engajar-se com indivíduos e organizações para maior impacto; e articular ações para proteger o aleitamento materno para melhorar a saúde coletiva. “O tema da campanha deste ano reforça que a rede de apoio é essencial para o aleitamento materno, assim a mulher que amamenta precisa de proteção em todos os âmbitos: na família; no trabalho, amparada pelas leis; na imprensa, com a divulgação de informações corretas sobre o assunto e pelos profissionais de saúde, oferecendo apoio e condutas assertivas e de incentivo”, destaca Tatiana Bonini.


AÇÕES

Segundo a World Alliance for Breastfeeding Action (WABA), responsável pela organização internacional da Semana Mundial de Aleitamento Materno, uma abordagem de saúde pública sobre o aleitamento materno, onde governos e outros parceiros trabalhem juntos para criar um ambiente favorável à amamentação, é um aspecto vital para proteger e apoiar essa prática. “Para tanto, neste ano, nosso município instituiu o Comitê Municipal de Aleitamento Materno e Alimentação Complementar Saudável a fim de articular com as instituições locais e melhorar as políticas públicas, além de monitorar os índices de aleitamento em nosso município e propor estratégias para melhorá-los”, completa Tatiana.


Segundo a WABA, a meta global para 2025 é de 50% de aleitamento exclusivo, no entanto as taxas globais de aleitamento materno permanecem baixas, com apenas 43% dos recém-nascidos iniciando o aleitamento materno dentro da primeira hora após o parto e 41% dos bebês com menos de seis meses de idade exclusivamente amamentados. Embora 70% das mulheres continuem amamentando por ao menos um ano, as taxas de aleitamento materno caem para 45% aos dois anos de idade. O aleitamento materno deve ser exclusivo até o sexto mês de vida do bebê e continuado até dois anos ou mais.


SOCIAL

A coordenação da 5ª Smam também está preocupada com o social, por isso, em parceria com o Fussp (Fundo Social de Solidariedade de Piracicaba) e Lions Clube , vai realizar campanha de doação de alimentos ao longo do mês de agosto. Os interessados em participar da campanha deve deixar sua doação nos seguintes pontos: Ginásio Municipal “Waldemar Blatkauskas”, Santa Casa de Piracicaba, Hospital dos Fornecedores de Cana de Piracicaba e Unimed Piracicaba. “No mês da amamentação tratamos do cuidado com a saúde e nutrição do bebê, mas também nos preocupamos com a família. Doando um quilo de alimento você ajuda a nutrir famílias com carinho e amor ao próximo”, completou Tatiana Bonini.

  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon