top of page
  • Foto do escritorO Canal da Lili

Semana da Páscoa: 34ª Paixão de Cristo de Piracicaba acontece de 27 a 31 de março, no Engenho


São 240 atores em ação na montagem deste ano - Foto: Thiago Rochetto

Tradição, qualidade e inovação são o tripé de 2024 da encenação mais popular da cidade, a 34ª Paixão de Cristo de Piracicaba. As apresentações acontecem no Parque Engenho Central, na semana da Páscoa, entre os dias 27 e 31 de março, sempre às 20h, e com uma sessão extra na Sexta-feira Santa (29), às 17h. Nesta edição, integram o elenco 240 atores, além de 150 pessoas nos bastidores. A direção é de Raul Rozados. Já Carla Sapuppo assina a assistência de direção.


A realização da 34ª Paixão de Cristo de Piracicaba é da Associação Cultural e Teatral Guarantã, Semac - Secretaria Municipal da Ação Cultural e Ministério da Cultura. Patrocínio cultural, via incentivo da Lei Rouanet, da Caterpillar, Drogal e Nippokar e apoio da Unimed. A produção do espetáculo lembra que, devido a complexidade da montagem, ainda continuam captando recursos. “Outros parceiros serão muito bem-vindos para somar e estar conosco neste evento que abrange toda a região e atrai muitos turistas para Piracicaba na Semana Santa”, afirmou o presidente da associação Guarantã, Marcelo Torresan.


Os ingressos estão à venda online no site www.megabilheteria.com ou nas bilheterias do espetáculo – que abrem duas horas antes das apresentações, no Parque Engenho Central. Os valores são: R$ 10,00 (meia-entrada para arquibancada); R$ 20,00 (inteira para arquibancada ou meia-entrada para cadeira numeradas); e R$ 40,00 (inteira para cadeiras numeradas).





A 34ª Paixão de Cristo de Piracicaba conta com um elenco formado por 240 atores, além de 150 pessoas nos bastidores. A arquibancada é capaz de receber até 2.000 pessoas por sessão. O presidente da associação Guarantã destacou seu convite para que toda a região acompanhe a programação deste ano. Segundo ele, a montagem está repleta de emoção e é um reflexo do empenho de toda equipe.


“Quem vier assistir o espetáculo pode ter certeza que irá se emocionar muito. O texto e as cenas foram tratados com muito carinho pela direção. Também contamos com o talento de nossos atores e atrizes, que se doaram muito para que tudo saia maravilhoso”, pontuou Torresan.


Sendo um dos integrantes do grupo teatral desde a sua origem, Torresan ainda ressaltou seu orgulho em relação ao ambiente que foi construído ao longo das três décadas da Paixão de Cristo de Piracicaba. “Estou no grupo desde 1991 e como eu, muitas gerações e famílias se formaram dentro dos bastidores. Filhos e netos que continuam conosco. Isso é muito gratificante, sinto muito orgulho de ser um dos membros fundadores do Guarantã e fazer parte desta linda história, que foi construída na cidade e que sempre se supera a cada ano”.


Um dos grandes desafios do espetáculo, cuja história é extremamente conhecida por todos, é conseguir unir a tradição com a perspectiva do diretor sobre a história. “Tem a trajetória do grupo e a história que a gente quer contar. Neste sentido, podemos trabalhar com cenas novas, que nunca apareceram ou que estavam em outras montagens e sumiram das apresentações. Então, a gente vai tentando dar uma cara diferente, mas mediante o que já experimentamos, afinal, são mais de 30 anos de experiências. Portanto, acho que o grande desafio é inovar, e neste ano vamos ter inovações, contudo sem perder de vista esse imaginário popular que a cidade tem sobre a Paixão de Cristo”, relatou o diretor de 2024, Raul Rozados.


Entre as novidades dessa edição está uma nova cena, que Rozados acredita que será memorável para o público. “Tem uma cena que escrevi para essa montagem, que é a parábola do Joio e do Trigo. Acho que ela ficou muito tocante. Mostra Cristo contando a história, mas a ação se desenrola em um desfecho bastante surpreendente. Não podemos dar spoiler, mas as pessoas que assistiram aos ensaios consideraram um momento emocionante e inesperado”. Além da mensagem, a cena tem um diferencial na sonoplastia, que a deixou ainda mais interessante.


Ao longo do roteiro, o diretor optou por escolher uma abordagem para Jesus Cristo bastante engajada e representando o seu contexto histórico e social. “Questionamos também se Jesus vivendo entre nós nos dias de hoje, com quem ele estaria, ao lado de quem ele andaria? O público com certeza irá entender e será muito marcante”.


Segundo a assistente de direção, Carla Sapuppo, foram quatro semanas de dedicação antes de gravar as falas da Paixão de Cristo. O elenco com textos para ser dito trabalhou diariamente, a partir dos núcleos dos personagens. “Por isso, neste ano fomos super confiantes para fazer a gravação”. A perspectiva é uma qualidade ainda maior neste quesito.


Carla também explicou o processo de construção dos personagens e preparação do elenco. “A gente começou em novembro as oficinas. Cada uma delas tinha um título, porque havia muita gente nova e o intuito principal era conhecer essas pessoas. Então, as oficinas serviram para isso, além de promovermos a interação do elenco e prepararmos os atores. No decorrer das oficinas, no final delas, a gente escolheu os personagens para a Paixão de Cristo de 2024”.


Durante as oficinas, os atores ficaram livres para escolher o personagem que tinham interesse em interpretar. A direção e a assistência subsidiaram o elenco com informações sobre a história dos personagens e da região em que ocorreu a Paixão de Cristo, para que todos entendessem melhor o que estava acontecendo naquele momento histórico. Com isso, os atores apresentaram imagens e integraram diversas dinâmicas teatrais. “Como demos bastante subsídio para os autores, coube a eles traduzir tudo isso. Então, por meio do entendimento deles para a construção do seu personagem, é que realizamos a etapa individual de preparação para a montagem”.


Fechamento de um ciclo – O ator Charles Mariano faz sua estreia como Jesus Cristo em 2024. Integrante do espetáculo desde 1996, ele observa como o fechamento de um ciclo poder interpretar o personagem protagonista da história. “Quando eu comecei tinha 16 anos. Lembro que uma grande amiga teve que assinar a minha autorização, pois eu era menor de idade. Foi um momento ímpar na minha vida. Sonhei que podia ter um personagem com fala, até que um ano eu interpretei um apóstolo e depois virei “coringa” dos apóstolos. Ao longo dos anos, foi muito bom participar e ver grandes atores em cena, como o próprio Raul Rozados e o Thomas Polla, que foi magistral interpretando Jesus quando eu comecei, além de muitos outros ali, que eu pude acompanhar. Fui aprendendo com eles”, disse.


Para Mariano, só faz a Paixão de Cristo de Piracicaba quem tem paixão, pois é um espetáculo que exige bastante empenho. Na sua opinião, a montagem significa “família, amizade, encontros, alegria e muitas vitórias”.

Sobre a preocupação em interpretar Jesus Cristo, o ator apontou que a experiência está sendo única e indescritível. “É uma mistura de emoção e alegria, ao mesmo tempo um peso gigantesco e uma felicidade tremenda de fazer Jesus depois de muitos anos atuando na Paixão de Cristo. Posso falar que é um ciclo maravilhoso, principalmente se tratando de estar com pessoas tão geniais e fabulosas dirigindo o espetáculo. O Raul e a Carla realizam um trabalho de maneira apaixonada. Estou muito feliz e tenho buscado a minha excelência nesse personagem neste espetáculo que é grandioso. Fazer Jesus é transportar o amor que ele teve ao se entregar na cruz”.


Além da preparação física, Mariano buscou encontrar o tom de voz certo para o personagem, um tom que transmite a paz e o amor que Cristo espalhou pelo mundo.


SERVIÇO

34ª Paixão de Cristo de Piracicaba: De 27 a 31 de março (de quarta-feira a domingo), todos os dias às 20h; e sessão extra na Sexta-feira Santa (29), às 17h. Local: Parque Engenho Central, à avenida Maurice Allain, 454, na Vila Rezende, em Piracicaba (SP). Ingressos on-line: www.megabilheteria.com. Valor dos ingressos: R$ 10,00 (meia-entrada para arquibancada); R$ 20,00 (inteira para arquibancada/meia-entrada para cadeira numeradas); e R$ 40,00 (inteira para cadeiras numeradas). Informações: www.guaranta.org.br ou (19) 3413-7888.

Comments


  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon
bottom of page