top of page
  • Foto do escritorO Canal da Lili

Rota Afro resgata história negra neste domingo (21), em Piracicaba (SP)


Rota Afro terá um roteiro de três horas de impacto cultural dando visibilidade para a história negra - Imagem: Divulgação

Em comemoração ao mês de aniversário de Piracicaba, que completou 255 anos dia 1º de agosto, a Rota Afro, com apoio do Centro de Documentação, Cultura e Política Negra de Piracicaba (SP), oferecerá gratuitamente no domingo (21), às 9h30, mais um passeio histórico dando visibilidade à cultura negra da cidade, partindo do largo Santa Cruz. A grande procura já ocasionou no encerramento das inscrições, mas haverá lista de espera para os interessados pelo e-mail: rotasafro@gmail.com.


Com uma caminhada de três horas percorrendo a região central da cidade, os participantes da Rota Afro terão a oportunidade de visitar importantes pontos da comunidade negra de Piracicaba, como Clube 13 Maio, a Igreja de São Benedito, entre outros relevantes marcos históricos, finalizando o passeio no Engenho Central, local em que será contada a história do Dr. Preto, médico que chegou em Piracicaba no começo do século 20 e foi impedido de atuar profissionalmente devido ao preconceito racial da época.



Com um impactante percurso cultural visando fortalecer a história negra de Piracicaba, a Rota Afro é realizada pela guia de turismo Júlia Madeira, com o objetivo de protagonizar a cultura negra baseada em relevantes pesquisas, realizadas pelo professor Noedi Monteiro, pelo filósofo Antônio Filogenio de Paula Júnior, entre outros mestres da cultura popular, sobre importantes presenças afros na cidade.


De acordo com Júlia, durante a realização dos roteiros, os turistas passam por pontos marcantes da cultura negra ao longo da história daquele local, visitando lugares importantes para a história negra ou monumentos e construções desenvolvidos por arquitetos e engenheiros pretos. “O objetivo da rota é reconhecer e preservar a história e a cultura negra da cidade através do turismo. A Rota Afro conecta você com as histórias e lugares negros em uma caminhada e dessa vez, em parceria com o Centro de Documentação, Cultura e Política Negra o roteiro será totalmente gratuito”, afirma Júlia.


SERVIÇO

Rota Afro: neste domingo (21), às 9h30. Duração: 3 horas de caminhada leve e feita com paradas. Inscrições encerradas. Lista de espera para os interessados pelo e-mail: rotasafro@gmail.com.

Comments


  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon
bottom of page