• O Canal da Lili

Prefeitura entrega kits de alimentação emergencial a cerca de 6.000 famílias, a partir do dia 22


Kits prontos para serem encaminhados as escolas - Imagem: Prefeitura/CCS

A Prefeitura de Piracicaba, por meio da SME (Secretaria Municipal de Educação), vai disponibilizar cerca de 6.000 kits de alimentação suplementar emergencial às famílias que são beneficiárias do Programa Bolsa Família e que têm filhos matriculados em escolas da Rede Municipal de Ensino. O objetivo é garantir a alimentação dos alunos da Rede Municipal em situação de vulnerabilidade, após o cancelamento das aulas presenciais para diminuir a circulação de pessoas e combater a pandemia do coronavírus.


De acordo com a SME, os kits serão entregues a partir de 22 de março, nas próprias unidades escolares em que os alunos beneficiários estão matriculados. Funcionários das escolas municipais entrarão em contato com as famílias e organizarão a entrega com agendamento prévio. “O kit de alimentação suplementar emergencial foi elaborado visando atender de forma ágil e pontual os alunos que se encontram em maior grau de vulnerabilidade social, beneficiários do Programa Bolsa Família”, explicou o secretário municipal de Educação, João Marcos Thomaziello.


De acordo com o secretário municipal, as famílias que estiverem em vulnerabilidade social, mas não estão cadastradas no Bolsa Família, podem procurar a direção da escola e solicitar o kit, que será disponibilizado mediante aprovação do Conselho Escolar.


BALANCEADO

A composição dos kits – divididos em três tipos - respeitará as especificidades de faixa etária e necessidade alimentar especial, quando houver, dos alunos da Rede Municipal de Ensino. Os alunos de 0 a 2 anos de idade contemplados receberão a fórmula infantil, nutricionalmente adequada para sua fase de crescimento e desenvolvimento, junto aos demais itens dispostos no kit que são, arroz, feijão, extrato de tomate, macarrão, biscoito tipo cracker, sal, vinagre e óleo.


Aos demais alunos maiores de 2 anos será disponibilizado o kit suplementar emergencial, substituindo a fórmula infantil pelo leite em pó. Já os alunos contemplados na seleção emergencial, que apresentam alguma NAE (Necessidade Alimentar Especial), devidamente identificados no Cadastro NAE, receberão o mesmo Kit, porém com a adaptação necessária com a particularidade de cada aluno, substituindo os alimentos aos quais têm intolerância por alimentos igualmente nutritivos e saudáveis.

  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon