top of page
  • Foto do escritorO Canal da Lili

Prefeitura de Piracicaba prepara segundo trecho do ribeirão Piracicamirim para desassoreamento


Equipes continuam trabalho de desassoreamento em trecho do ribeirão na Vollet Sachs, abaixo da avenida Piracicamirim - Imagem: Prefeitura de Piracicaba

A Prefeitura de Piracicaba (SP), por meio da Sedema (Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente), prepara o segundo trecho do ribeirão Piracicamirim para desassoreamento. Esse trecho fica na região do Bosque da Água Branca, na rua Capão Bonito. Para a entrada das máquinas que vão retirar material do ribeirão e ampliar seu leito, são suprimidas leucenas, árvores invasoras. Após o desassoreamento, o local vai receber plantio de mudas de árvores nativas pioneiras, de crescimento rápido, como ingá e farinha-seca, para recomposição da mata ciliar.


A equipe atua na rua Capão Bonito, no trecho do córrego Água Branca. Também estão previstas ações na confluência entre córrego Água Branca e Piracicamirim, na rua Porto Alegre, na avenida Frei Tomé de Jesus, na rua São Dimas e rua José Maria Baltieri, todas no Ribeirão Piracicamirim.



Realizado com recursos pleiteados pela Prefeitura, provenientes do programa Rios Vivos, do Governo do Estado, por meio do DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica), o desassoreamento do ribeirão Piracicamirim tem objetivo de conter enchentes, principalmente nas regiões do Bosque do Água Branca, 1º de Maio, Maracanã e Morumbi. O primeiro trecho da ação começou no cruzamento da avenida Piracicamirim, com a Vollet Sachs e já passou por 450 metros lineares do ribeirão.


Atualmente, a equipe atua na altura da área verde do Morumbi. Até o último dia 29/04, já foram retirados 243 caminhões de diferentes resíduos, com cerca de 12 toneladas cada, totalizando 2.916 toneladas. Entre os resíduos retirados do manancial estão areia, lama, entulho, cascalho, madeira, além de lixo e pneus. O material está sendo transportado para área licenciada. Ação total será compreendida desde a confluência do ribeirão com o córrego Água Branca e segue pela extensão do Piracicamirim até a avenida Cássio Paschoal Padovani, perfazendo 3.500 metros.


Com o desassoreamento, o Piracicamirim pode ganhar cerca de 60 a 80 centímetros de profundidade, ampliando a capacidade de água no leito. "O leito terá mais capacidade para água, ficando mais livre, e vai garantir mais direção e velocidade para a água na época de enchentes, o que vai minimizar o impacto dos alagamentos", explica Odair Mello, da Defesa Civil, que acompanha junto com a Sedema a execução do serviço.



Comments


  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon
bottom of page