top of page
  • Foto do escritorO Canal da Lili

Piracicaba (SP) pode participar do programa Rios Vivos para desassorear o ribeirão Piracicamirim


Ribeirão Piracicamirim - Imagem: Andressa Mota

A Prefeitura de Piracicaba (SP) pleiteia a participação do município no programa Rios Vivos, realizado pelo Governo do Estado de São Paulo, por meio do DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica), para realizar o desassoreamento do ribeirão Piracicamirim. Em épocas de chuvas, o manancial transborda e causa alagamentos em diversos bairros ao redor. A Prefeitura solicitou a participação no programa por meio de ofício.


Para conhecer os trechos que precisam da intervenção, nessa quinta-feira (10), foi realizada a primeira vistoria, que contou com a participação da diretora técnica do DAEE, Regina Aparecida Ribeiro – responsável por orientar os municípios durante a seleção para participar do programa –, do diretor da Defesa Civil, Odair Mello, e do engenheiro ambiental da Sedema (Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente), Felipe Gomes.


A Prefeitura vai enviar ao DAEE, nas próximas semanas, ficha técnica de vistoria, com detalhes dos trechos que precisam da intervenção. Se Piracicaba for contemplada no programa, a preparação dos locais para a entrada dos maquinários e outras ações preliminares necessárias serão feitas pela Prefeitura.


Durante a vistoria realizada, foram elencados três trechos do ribeirão Piracicamirim que são mais críticos e que necessitam do desassoreamento. O primeiro nos bairros Morumbi e Piracicamirim; o segundo no bairro Maracanã; o terceiro no bairro Bosque da Água Branca. Esses bairros foram os mais castigados pelos alagamentos causados pelas chuvas da última semana. A intervenção visa a retirada de materiais como terra e pedras, que impedem o curso da água e contribuem para o transbordamento.


De acordo com o DAEE, o Estado está em processo de licitação dos maquinários para realizar o serviço e o Departamento tem recebido as demandas dos municípios interessados em serem incluídos no programa. As demandas passarão por análise e avaliação e serão hierarquizadas. O órgão informou que serão considerados como critérios prioritários para a realização dos serviços mananciais de abastecimento público e mananciais que apresentem áreas de alagamentos.


Antes da decisão de quais municípios participarão do programa, segundo a diretora técnica do DAEE, Regina Aparecida Ribeiro, a empresa contratada por meio da licitação realizará ainda outra vistoria para aprofundar as necessidades de intervenção nos pontos elencados pelos municípios.


PROGRAMA

O programa Rios Vivos integra o Programa Água é Vida, lançado em outubro de 2021, e tem por objetivo reforçar a segurança hídrica no Estado. De acordo com o DAEE, a expectativa é beneficiar mais de 2,1 milhões de habitantes. As ações preveem, além do desassoreamento de rios, as perfurações de poços, construção de reservatórios e cooperação técnica com a Secretaria de Estado de Agricultura e Abastecimento. Segundo descrição do projeto, serão financiadas a elaboração de projetos de preservação de mananciais de abastecimento e projetos para obras de tratamento de esgotos domésticos. Os investimentos para as ações somam cerca de R$ 400 milhões.


OUTRAS AÇÕES

A solicitação para que Piracicaba participe do programa Rios Vivos está integrada com outras ações realizadas pela Prefeitura visando solucionar o problema de alagamentos nos bairros próximos ao ribeirão Piracicamirim. Na última sexta-feira (4), , o prefeito Luciano Almeida visitou a represa da Usina Santa Helena/Raízen, em Rio das Pedras, que influencia o nível do ribeirão.


O objetivoda visita foi entender se o barramento das represas pode contribuir com a retenção de água em época de cheia, para depois soltar lentamente, ajudando a conter enchentes na região do Piracicamirim. Para isso, a Prefeitura se comprometeu em solicitar ao Governo Federal comportas para a barragem da represa e equipamentos de medição da vazão.

1 comentario


Don Alfredo di Aguiar
Don Alfredo di Aguiar
25 mar 2022

Bom dia as açoes do desassoreamento ja foram iniciadas? Sou morador do morumbi e vitima das enchentes com perdas de bens moveis e nao vejo nenhum trabalho desse sentido.

Me gusta
  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon
bottom of page