top of page
  • Foto do escritorO Canal da Lili

Piracicaba (SP): Apeoesp realiza campanha de arrecadação de alimentos para o povo Yanomami


Material de divulgação da campanha - Imagem: Apeoesp

A subsede da Apeoesp em Piracicaba (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial no Estado de São Paulo) está realizando campanha de arrecadação de alimentos para serem destinados ao povo Yanomami. Os alimentos, não perecíveis, devem ser entregues na subsede da Apeoesp, localizada na rua Alferes José Caetano, 968, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 17 horas.


A realização desta campanha pela Apeoesp, que abrange as 94 subsedes da entidade em todo Estado de São Paulo, é uma iniciativa da sua presidenta, a deputada estadual Professora Bebel (PT), que ficou sensibilizada com a situação do povo Yanomami e entende que boa parte da sociedade pode colaborar e ajuda-los a resolver o problema da fome. “Não podemos fechar os olhos para a situação do povo Yanomami, que sofre uma tragédia, resultado da desumanidade e do genocídio do governo de Jair Bolsonaro”, enfatiza, pedindo a colaboração de todos que possam participar desta campanha.




Essa tragédia do povo Yanomami, no estado de Roraima, foi desvendada pela visita que o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, realizou à região no último sábado, 21 de janeiro. “O povo Yanomami sofre com a desumanidade e o genocídio praticado pelo governo bolsonarista, por ação e omissão diante da invasão dos garimpeiros nas reservas indígenas, por ele mesmo incentivada, bem como as péssimas condições sanitárias das aldeias, fruto das negativas do governo que encerrou seu mandato em dezembro de 2022 em atender aos apelas das lideranças indígenas. Soma-se a isso a atuação do governador bolsonarista daquele estado. O resultado de tanta desumanidade foi a morte de 580 crianças por desnutrição, bem como um número não revelado de adultos”, lamenta.



Comments


  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon
bottom of page