top of page
  • Foto do escritorO Canal da Lili

Piracicaba: Sintipel e Cerest promovem encontro de cipeiros para ampliar a prevenção de acidentes


Alessandro Silva, Emerson Cavalheiro e Chico durante reunião de organização do encontro de cipeiros - Imagem: Divulgação

O Sintipel - Sindicato dos Trabalhadores na Indústrias do Papel, Papelão e Artefatos de Papel promove, em parceria com o Cerest - Centro de Referência em Saúde do Trabalhador, encontro de cipeiros do setor, com a finalidade de compartilhar experiências na condução da investigação e análise dos acidentes de trabalho, visando a prevenção e a proteção dos trabalhadores. O evento será realizado nesta terça-feira (25), na sede do Cerest, na rua do Trabalho, 634, em Piracicaba (SP), a partir das 8h, e faz parte das atividades do 28 de abril, Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho.


O evento será aberto com a composição da mesa com autoridades, que irão relatar o trabalho que já vem sendo desenvolvido no setor, há décadas, visando garantir ambientes seguros de trabalho. Já às 9 horas acontecerá a palestra “Panorama dos Acidentes de Trabalho no setor papeleiro de Piracicaba”, que será ministrada pelo técnico do Cerest, Alessandro José Nunes da Silva, enquanto que as 10 horas, o professor da USP, Rodolfo Vilela abordará o tema “Construindo a Prevenção de Acidentes de trabalho com a participação de cipeiros”.



O presidente do Sintipel, Emerson Cavalheiro, diz que o evento pretende reunir os cipeiros das indústrias do papel, papelão e artefatos de Piracicaba, para que conheçam melhor a realidade das principais empresas do setor e, a partir de uma troca de experiências, possam desenvolver as suas atividades pertinentes

visando a redução dos acidentes de trabalho. “É fundamental essa troca de experiência, e, portanto, esperamos a participação de todos os cipeiros”, reforça.


Para o vice-presidente do Sintipel, Francisco Pinto Filho, o Chico, esse evento em parceria com o Cerest só irá contribuir para melhorar ainda mais o nível de segurança nas empresas, que passa necessariamente pela capacitação dos cipeiros, que precisam estar preparados para enfrentar os desafios do dia a dia no chão de

fábrica. “O cipeiro precisa estar capacitado e ser independente na sua ação, para que o ambiente de trabalho, realmente, seja seguro”, ressalta.

Comments


  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon
bottom of page