top of page
  • Foto do escritorO Canal da Lili

Orquestra Sinfônica de Piracicaba apresenta obras de Dvořák e Brahms, no sábado (23)


Orquestra Sinfonica de Piracicaba - Foto: Nanah DLuize

A OSP - Orquestra Sinfônica de Piracicaba apresenta ao público obras de dois dos mais importantes compositores do romantismo musical, o checo Antonín Dvořák e o alemão Johannes Brahms. As sessões acontecem no dia 23 de setembro, às 16h e 19h, no Teatro Municipal Erotídes de Campos, no Engenho Central. Os ingressos gratuitos podem ser retirados pela internet ou presencialmente.


A regência será do maestro Helder Trefzger, diretor artístico e maestro titular da Orquestra Sinfônica do Estado do Espírito Santo. Com mais de 30 anos de carreira, ele já atuou como regente convidado das principais orquestras sinfônicas brasileiras, entre elas a do Rio de Janeiro, Porto Alegre, Minas Gerais, Campinas, Sergipe, Mato Grosso, Brasília, Bahia e Paraíba, além de orquestras em Portugal, México, Polônia, Chile, Paraguai, Bulgária e Itália. Também gravou a trilha sonora do filme Lamarca, de Sérgio Rezende.



A primeira peça do programa é a "Suíte Americana, Op. 98a", composta durante a estadia de Antonín Dvořák nos Estados Unidos, em 1894. Originalmente escrita para piano a quatro mãos, recebeu orquestração mais de um ano após o retorno do compositor àquele país e sua estreia ocorreu apenas em 1910, seis anos após a morte de Dvořák, que viveu em território americano 1892 e 1895.


A composição foi encomendada pela Orquestra Sinfônica de Boston, que desejava uma peça com elementos da música popular americana. “É uma obra que encanta e fascina ouvintes em todo o mundo com sua mistura única de tradições musicais europeias e americanas”, diz o maestro Knut Andreas, diretor artístico e regente titular da OSP.


Os cinco movimentos representam diferentes regiões americanas e são inspirados em temas e danças populares, na cultura negra e nos nativos americanos, ao passo que o último movimento, “Allegro”, de tema enérgico, remete ao final da “Sinfonia do Novo Mundo”, uma das obras mais famosas e criada por Dvořák pouco antes.


A OSP apresenta ainda a "Sinfonia nº 4 em mi menor, Op. 98", a última obra sinfônica de Johannes Brahms, composta em 1885, depois de um longo período de silêncio do alemão –– que ficou 10 anos sem compor uma sinfonia completa.


Dividida em quatro movimentos, é classificada como uma das mais complexas e profundas sinfonias do repertório do século 19. Apresenta uma variedade de temas e motivos musicais. É famosa por suas referências a outras obras musicais, como o tema do último movimento, baseado em uma canção popular alemã. “É uma obra que demonstra a habilidade de Brahms em incorporar elementos da música folclórica em suas composições”, contextualiza Knut Andreas.


Iniciada em março, a Temporada 2023 da OSP é realizada pela Prefeitura do Município de Piracicaba, por meio da Semac - Secretaria Municipal da Ação Cultural, e tem o patrocínio prata da Hyundai e da Drogal, a Caterpillar como apoiadora e os parceiros Rádio Educativa FM, Rádio Jovem Pan, Jornal de Piracicaba, Ibis Styles, Empem, MegaBilheteria, Padaria do Vovô e Monte Sul.


Os ingressos gratuitos devem ser retirados a partir das 10h de sexta-feira (22), no site megabilheteria.com. No dia do espetáculo, na bilheteria do Teatro do Engenho, serão disponibilizados 50 ingressos por sessão, com 30 minutos de antecedência (às 15h30 e 18h30). A OSP solicita a doação de um quilo de alimento não-perecível, em prol do Fundo Social de Solidariedade.


SERVIÇO

Orquestra Sinfônica de Piracicaba: sábado (23), às 16h e 19h. Local: no Teatro Erotídes de Campos, à avenida Dr. Maurice Allain, 454, no Engenho Central, em Piracicaba (SP). Entrada gratuita. Mais informações: Facebook, Instagram @sinfonicapiracicaba ou no site oficial osp.art.br.


Comments


  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon
bottom of page