• O Canal da Lili

Museu Prudente de Moraes reabre com exposição sobre importância dos atos cotidianos femininos


Reabertura ao público será na segunda-feira (23) - Imagem: Bolly Vieira

Após longo período fechado por conta da pandemia da Covid-19, o Museu Histórico e Pedagógico Prudente de Moraes voltará a receber visitantes na segunda-feira (23). A reabertura segue todos os protocolos de segurança, como o uso obrigatório de máscaras, limite de público e normas de higienização reforçadas. Entre as novidades, está a exposição de novas peças do acervo, como móveis da época de Prudente, integrando-se à museografia já existente.


O horário para visitação será de segunda a sexta, das 9h às 17h. Além desse complemento, o público também poderá apreciar uma exposição temporária. Trata-se da mostra A Poesia dos Dias, da artista visual Rosa Grizzo, com curadoria de Marcelo Salles.


A mostra explora a suavidade e a força por meio de intervenções em tecidos ligados ao uso cotidiano, questionando a invisibilidade e a importância dos atos repetitivos e diários associados ao que usualmente é chamado de “universo feminino”.


Há quase uma década, Rosa Grizzo vem desenvolvendo sua pesquisa e produção a partir de atividades cotidianas. Atos banais, como uma caminhada, o preparo do café da manhã ou administrar a rotina do lar, levam ao automatismo e entorpecimento pela repetição, que, por sua vez, gera invisibilidade ou apagamento de quem os executa, principalmente as mulheres, já que grande parte dessas atividades é associada ao universo feminino. Por meio de um olhar atento e agudo, mas também generoso dessas atividades, a artista propõe inverter essa invisibilidade.


Sensível e sabiamente, Rosa se valeu de uma forma de expressão também associada ao universo feminino: o bordado. Desta forma, tecidos puídos, artigos de enxoval, lenços, recortes de colchas ou toalhas, bastidores, ganham outros significados servindo de suportes para intervenções com linhas e restos de tecido que enfatizam a passagem do tempo, a dedicação, a frustração do não reconhecimento, o apagamento de si, a opressão, em vários níveis, à que são submetidas as mulheres (independente de classe social), o abandono dos sonhos. Feridas ficam visíveis, formas repetidas tornam-se silhuetas, a rigidez geométrica é questionada, o que deveria estar contido vaza e escorre pelo chão. Tanta vontade e inconformismo ganham corpo com suavidade e força.


“Estimular o pensamento é uma das possibilidades que a arte oferece. A arte contemporânea possibilita o pensar enquanto questionamento daquilo que está estabelecido e que nem nos damos conta; e se pensarmos atentamente não deveríamos nos surpreender pela abordagem ou pelos materiais que são utilizados. Pintura ou desenho são feitos em tecidos diversos com cores e linhas. O artista contemporâneo atualiza procedimentos e materiais, trazendo a História para perto de nós e fazendo com que enxerguemos o que está ao nosso redor. Nem sempre lemos uma poesia e entendemos tudo o que ali está; mas a beleza de tudo que está ali nos toca e nos faz pensar”, reforça Rosa.


SERVIÇO

Reabertura do Museu Prudente de Moraes, à rua Santo Antonio, 641, no Centro, Piracicaba: segunda-feira (23). Visitação de segunda a sexta, das 9h às 17h. Abertura da exposição A Poesia dos Dias, de Rosa Grizzo, com curadoria de Marcelo Salles. Visitação de segunda a sexta, de 23/08 a 29/10/2021, das 9h às 17h. Informações: (19) 3422-3069 ou mprudentedemoraes@piracicaba.sp.gov.br . Redes Sociais: Instagram @MuseuPrudente e Twitter @MuseuPrudente.

  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon