• O Canal da Lili

Linkado com: deputado Roberto Morais e as conquistas da Região Metropolitana de Piracicaba

Atualizado: 27 de fev.


O deputado Roberto Morais é o responsável pelo projeto que deu início à criação da RMP - Imagem: Divulgação

Piracicaba (SP) encerra o ano de 2021 como metrópole de 24 municípios – Águas de São Pedro, Analândia, Araras, Capivari, Charqueada, Conchal, Cordeirópolis, Corumbataí, Elias Fausto, Ipeúna, Iracemápolis, Leme, Limeira, Mombuca, Piracicaba, Pirassununga, Rafard, Rio Claro, Rio das Pedras, Saltinho, Santa Cruz da Conceição, Santa Gertrudes, Santa Maria da Serra e São Pedro - que juntos somam mais de 1,5 milhão de habitantes, com PIB (Produto Interno Bruto) de cerca de R$ 77 bilhões. Natural do bairro Recreio, em Charqueada (SP), e Cidadão Piracicabano desde 2003 - o Título foi recebido por meio do vereador Ary de Camargo Pedroso Junior - o deputado estadual Roberto Morais (Cidadania) é o responsável pelo projeto que deu início à criação da RMP (Região Metropolitana de Piracicaba).


Roberto Turchi de Morais, 62 anos, é casado com Nilva Bonazzi de Morais, com quem tem uma filha, a Letícia Bonazzi de Morais. Formado em Jornalismo pela Unimep (Universidade Metodista de Piracicaba), Morais foi vereador em Piracicaba por dois mandatos - 1992 e 1996 – e está no 6º mandato - 1998, 2002, 2006, 2010, 2014 e 2018 - de deputado estadual. Nesta entrevista de fechamento de ano, o parlamentar fala das conquistas para a RMP e de outros projetos, como o voltado a alunos com dislexia e TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade). Confira:


Há quanto tempo o Sr. se empenhava pela concretização da Região Metropolitana de Piracicaba? Qual a importância dessa conquista?

Desde que cheguei à Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, o maior parlamento da América Latina, percebi que Piracicaba era considerada quintal de Campinas, pois a nossa região estava sem representante na Alesp por um longo período. Logo, propus o projeto que criava o Aglomerado Urbano de Piracicaba, para iniciar o trabalho de debater sobre as dificuldades dos municípios da nossa região em conjunto. Esse primeiro passo se tornou realidade em 2004. Imediatamente protocolei outro Projeto de Lei Complementar, propondo a criação da Região Metropolitana de Piracicaba para que a região passasse a contar com recursos do Orçamento do Estado para solucionar de forma unida os problemas comuns aos municípios, como a gestão do lixo, recursos hídricos, rodovias, segurança, saúde e tantos outros.


Com a criação da RMP, em agosto de 2021, quais conquistas serão ou já são mais significativas para essa região?

A promulgação da Lei 1.360/2021 que cria a Região Metropolitana de Piracicaba estabelece critérios para tratar os assuntos em conjunto. Está sendo constituído o Conselho da Região Metropolitana e demais Câmaras temáticas, os debates já estão acontecendo. O prefeito de Piracicaba, Luciano Almeida, foi eleito o presidente do Conselho e a prefeita de Iracemápolis, Nelita Cristina Michel Franceschini, como vice-presidente. Outro fator importante é que o peso de voto nas decisões se torna igual para todos os municípios, independentemente do tamanho geográfico ou populacional. Uma das primeiras propostas de Piracicaba foi a construção de barragem no rio Corumbataí. A barragem deve proporcionar uma reserva de água para atender uma população estimada em mais de 1,5 milhão de pessoas. A obra já foi autorizada pelo vice-governador Rodrigo Garcia e está em fase de contratação do projeto executivo. Em sua última visita à cidade, ele também anunciou o repasse de cerca de R$ 16 milhões em investimentos para 22 municípios da Região Metropolitana de Piracicaba. Isso já é resultado concreto da força que representa a RMP.


Recentemente, a Alesp aprovou um projeto de sua autoria e do deputado Mauro Bragato (PSDB) voltado a alunos com dislexia e TDAH na rede estadual de ensino. Na prática, como será esse programa?

Este projeto é um sonho para os profissionais da rede pública de educação e para as famílias das crianças portadoras deste transtorno. Pois, no Estado de São Paulo estimam-se que mais de 350 mil alunos possam ter este déficit de atenção. As famílias não encontram, atualmente, no poder público uma ajuda ou atenção a estas crianças e muitas vezes elas acabam sendo consideradas preguiçosas, e não se desenvolvendo bem nos estudos. Agora, que foi aprovada, a Lei 17.465/2021 autoriza o Governo do Estado a implantar programas de diagnóstico e apoio aos alunos com dislexia e Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) na rede estadual de ensino. A convite do Governo estamos trabalhando com todas as entidades envolvidas ao tema e a sociedade civil, para regulamentar da melhor forma possível esta legislação.


E como é conciliar as atividades parlamentares com o dia a dia como radialista?

Não é fácil, mas tem dado certo até aqui. Acordo todos os dias às 5h da manhã, faço academia com acompanhamento, leio as matérias dos jornais para me manter atualizado, e sigo para a rádio onde apresento o programa “Jornal da Manhã” na Jovem Pan News 99,5 Fm, das 8h às 9h. Às terças, quartas e quintas-feiras, saio da rádio e vou direto a São Paulo, para cumprir minhas obrigações junto à Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo) e, às vezes, cumpro compromissos no Palácio dos Bandeirantes. As segundas e sextas-feiras, eu reservo para atender as demandas em meu Gabinete de Piracicaba, receber a população e visitar a região. Nos fins de semana, quase sempre atendo as agendas externas nos municípios da região. Como parlamentar eleito pelo povo, não tenho horário de trabalho definido, portanto, acabo me disponibilizando praticamente 24 horas por dia. Meu celular toca a todo momento, mantenho o mesmo número há anos e atendo tudo e todos que eu posso.


Como radialista, qual notícia desejaria dar aos ouvintes em 2022?

A maior notícia que eu espero noticiar, o mais breve possível, é o fim da pandemia e que o mundo erradicou o vírus causador da Covid-19.


E como deputado, o que diria ainda ser necessário atender em relação a alguma promessa eleitoral?

Não tenho promessas eleitorais, mas sim compromissos com o trabalho e dedicação em prol das causas que forem importantes para a população. Eu batalho sempre para que o poder público possa oferecer melhores condições de saúde e ensino para todos. Atualmente, estou muito atento às crianças e pessoas com Autismo, Dislexia e TDAH. Eu sei que, com empenho e trabalho, sério é possível conquistar recursos por meio de emendas e propor projetos de lei que modificam para melhor a vida da população. Eu estou cumprindo uma missão como deputado com a convicção de que estou dando o meu melhor e orgulhando meus saudosos pais e minha família.

SERVIÇO

Redes sociais/site – deputado Roberto Morais: Instagram - @robertomoraisdeputado; www.robertomorais.com.br



  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon