• O Canal da Lili

Estânica de São Pedro (SP) terá Centro de Educação Ambiental no Parque Ecológico


Parque Ecológico Ernesto Baltieri - Imagem: Matheus Gasparim/Prefeitura de São Pedro

Jardim sensorial, pomar, viveiro de mudas e horta estão entre as atrações do primeiro Centro de Educação Ambiental de São Pedro (SP). O espaço, no Parque Ecológico Ernesto Baltieri, começou a ser estruturado e tem inauguração prevista para abril. Com visitas guiadas gratuitas, para estudantes e público em geral, o espaço abordará temas correlatos à preservação do meio ambiente, com experiências “práticas” que têm tudo para agradar visitantes de diferentes perfis. Outro diferencial é um audioguia – uma gravação que poderá ser acionada por celulares - que vai permitir percorrer os espaços individualmente.


O Centro de Educação Ambiental terá quatro estações com as temáticas Cidades Sustentáveis; Solos; Saneamento e Florestas. Todas foram planejadas de forma a se integrar na aprendizagem, em conformidade com as diretivas do Programa Município Verde Azul, que mede a gestão ambiental municipal, e atendendo às demandas da Base Nacional Comum Curricular. Cada estação foi projetada com seus próprios instrumentos e metodologias, bem como painéis explicativos.



Entre os conceitos a serem abordados no Centro de Educação Ambiental estão biodiversidade, desenvolvimento sustentável, conselho ambiental, mata ciliar, fauna silvestre, recursos hídricos, arborização, coleta seletiva, compostagem e produção de alimentos.


”Nosso intuito é proporcionar uma experiência incrível e inesquecível aos visitantes, abordando o uso consciente dos recursos naturais e demais assuntos relacionados à preservação do meio ambiente, com atividades lúdicas e interativas e agentes de educação ambiental habilitados”, destacou o coordenador municipal de Meio Ambiente, Rogério Bosqueiro, acrescentando que os investimentos para a formatação do local são de aproximadamente R$ 30 mil.


O coordenador disse também que diversas parcerias foram estabelecidas com a comunidade local bem como com docentes e discentes da Esalq (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz) para a concepção de materiais didáticos. “Quando há envolvimento da comunidade, o espaço se fortalece e são colocados em prática os pilares da verdadeira educação ambiental”, afirma.


Viveiro de mudas será um dos atrativos do Centro de Educação Ambiental - Imagem: Matheus Gasparim/Prefeitura de São Pedro

VISITAS

As visitas guiadas para escolas ao Centro de Educação Ambiental deverão ser agendadas com antecedência. É recomendado aos alunos, na visitação, o uso de protetor solar, boné (em dias ensolarados) e sapatos fechados. Outra orientação é para que levem água e lanches saudáveis.


PONTOS DE APOIO

São pontos de apoio do Centro de Educação Ambiental a estação de tratamento de água do Saaesp (Serviço Autônomo de Água e Esgoto de São Pedro), o Centro de Mídias da Estação de Tratamento de Esgoto, a Biblioteca Verde - espaço com livros sobre Meio Ambiente, na Biblioteca Gustavo Teixeira -, e a Nascente Modelo, uma APP (Área de Preservação Permanente) que tem ao redor mais de 500 novas mudas de árvores nativas, uma trilha ecológica e um espaço de agrofloresta,no bairro Alpes das Águas.


FONTANÁRIO

Outro equipamento de aprendizagem do Centro de Educação Ambiental é o Fontanário Luiz Borba, com seis bicas de água e jardim vertical, que atualmente está em processo de construção e quando concluído será disponibilizado para uso pela população.


  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon