• O Canal da Lili

Estância turística: Festa de São Pedro e São Sebastião começa dia 1º de julho


Paróquia São Pedro comemora o retorno de um dos eventos mais tradicionais da estância de São Pedro - Imagem: Daniella Oliveira

Com diversas atrações gastronômicas, culturais e religiosas, a tão esperada 129ª Festa de São Pedro e São Sebastião começa no próximo dia 1º de julho. Após dois anos de pausa por conta da pandemia, a Paróquia São Pedro comemora o retorno de um dos eventos mais tradicionais da estância de São Pedro (SP). Na Praça Matriz, a programação acontece nos dias 1º, 2 e 3, e depois segue nos dias 8, 9, 10 de julho.


Além do trabalho de aproximadamente 80 voluntários, o evento conta com apoio da Prefeiturade São Pedro para a montagem das tendas, som, iluminação e palco para os shows musicais. De acordo com o padre Cláudio César de Carvalho, que está há um ano na Paróquia São Pedro, as expectativas são enormes.


“Tanto para igreja quanto para cidade, é uma festa muito importante e aguardada. Temos a questão do turismo, que movimenta bastante nos dias do evento, e também a questão social. Com as arrecadações dessa festa, a Paróquia realiza a manutenção das dez capelas, faz os trabalhos de evangelização e as ações sociais com a comunidade mais carente”, explicou Carvalho.



Com a expectativa de receber cerca de 50 mil pessoas durante todos os dias da festa, neste ano o evento terá 3.500 metros quadrados de área coberta. Para melhor acomodar os visitantes, serão disponibilizadas 500 mesas e 2.000 cadeiras. Entre as opções gastronômicas que mais fazem sucesso, ganham destaque o espeto de carne, frango atropelado, bisteca no pão, leitoa assada, porções de cuscuz, de batata e de polenta, pastel, doces caseiros e bebidas.


De acordo com a secretária de Turismo, Clarissa Quiararia, por ser um evento que acontece em duas semanas, a movimentação de turistas é muito significativa. “Em 2019 recebemos aproximadamente 50 mil pessoas. Tivemos uma grande procura por hotéis, pousadas e ainda identificamos um público que retornou para São Pedro outras vezes para conhecer melhor a cidade”, contou Clarissa, que espera grande público na retomada do tradicional evento.


PADROEIRO

O padre Cláudio Carvalho disse que é fundamental que os fiéis participem da programação religiosa do dia 29 de junho, como a missa das 9h e missa solene e procissão, às 19h30. “Não podemos esquecer jamais do principal motivo da celebração, que é o padroeiro que dá o nome para cidade. São Pedro é o príncipe dos apóstolos. Foi o primeiro papa da Igreja Católica e merece todas as homenagens”, disse.


Além de reconhecer Jesus Cristo como filho de Deus, Pedro testemunhou sua ressurreição e foi o porta-voz dos discípulos. “São Pedro recebe a chave das mãos de Jesus por sua responsabilidade e pelo amor ao próprio Rei”, explicou o pároco, ao lado da imagem do santo, recém-restaurada pelo artista plástico Sebastian. “Essa linda imagem foi doada por uma família de São Pedro, no dia 29 de junho de 1842”.


SHOWS – As atrações musicais da festa acontecem no palco da barraca central. No dia 1º, a dupla Claudemir e Moisés abre a programação. No dia 2, a banda Novoriz e, no dia 3, Projeto Modão e Cascalho, e Mauro Sérgio com os Catireiros Irmãos Maroni. Na semana seguinte, dia 8, é a vez de Luiz Miguel e Daniel. Matheus Conrado e a Orquestra de Violeiros de São Pedro se apresentam no dia 9. Para encerrar, no dia 10, a Orquestra de Violas de Valinhos. Mais informações, pelo telefone: (19) 3481-1196.


  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon