• O Canal da Lili

Especialista orienta sobre cuidados redobrados para preservar a saúde bucal de idosos


Hábitos saudáveis ajudam a prevenir perda de dentes - Imagem: Divulgação

Os cuidados com o corpo precisam ser redobrados na terceira idade e com a saúde bucal não é diferente. Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), 41% dos brasileiros com mais de 60 anos perderam todos os dentes, o que afeta a alimentação e a qualidade de vida de pessoas idosas. De acordo com a coordenadora do curso de Odontologia da Faculdade Anhanguera, professora Alana Cristina Machado, é preciso aumentar a atenção sobre o que acontece dentro da boca na senilidade.


“É comum verificar problemas no processo natural de envelhecimento, como a diminuição na produção de saliva e a retração da gengiva, além dos efeitos do uso de muitos medicamentos, que podem causar secura e halitose”, afirma a dentista. “Porém, é possível chegar à idade avançada de maneira saudável e sem edentulismo, nome que se dá à perda total ou parcial dos dentes”, pontua.


O edentulismo prejudica a mastigação, a digestão, a fala e tem efeitos negativos na saúde mental da população idosa, que fica com a autoestima comprometida e tende a limitar o convívio social. Uma das principais causas desse quadro é a doença periodontal e a cárie. “Com menos salivação, a boca fica mais vulnerável a bactérias e propensa ao desenvolvimento de placas e inflamações na gengiva, por isso, a higiene bucal deve ser uma prioridade”, explica Alana.


A docente recomenda hidratação constante para equilibrar a produção de saliva e uma alimentação supervisionada de forma multiprofissional por um nutricionista, de preferência rica em fibras e com restrição de açúcares. “É importante fazer visitas rotineiras a um dentista de confiança para acompanhar qualquer problema que possa surgir e adotar o hábito de usar flúor e fio dental na rotina de limpeza diária, principalmente para proteger a raiz dos dentes, que fica mais exposta ao envelhecer”, completa.

PRÓTESES

Para usuários de próteses ou de dentaduras, o indicado é retirá-las após as refeições para escovação completa com uma escova macia e detergente ou produtos específicos para higiene de próteses dentais - sem utilizar cremes dentais -, segundo a professora Alana. “Todos os pontos da estrutura devem ser limpos”, destaca.


Antes de dormir, a dentista observa que o item deve ficar em um copo com água e algumas gotas de hipoclorito de sódio (água sanitária). Isso é importante para manter a peça protegida e proporcionar o relaxamento dos tecidos de suporte. “Para pessoas com ausência total dos dentes, é necessário fazer massagem nas gengivas e limpá-las com gaze e antisséptico sem álcool, sem se esquecer de higienizar as bochechas e a língua”, enfatiza.

  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon