• O Canal da Lili

Encontro virtual: as diferentes visões de mulheres que atuam nas áreas de agroecologia e cultura


Mulheres que participarão da Prosa realizada pelo projeto Corredor Caipira - Imagem: Divulgação

Com o objetivo de promover um diálogo a partir de diferentes experiências quanto ao cultivo da terra, a atuação na agroecologia, na cultura e na sociedade, o projeto Corredor Caipira – Conectando Paisagens e Pessoas realiza nesta quarta-feira (31), a partir das 19h, o evento virtual “Prosa das Mulheres: Colhendo Saberes e Vivências para o Balaio”, que é aberto ao público em geral. O link para acesso está disponível nas redes sociais do projeto: @corredorcaipira (Facebook e Instagram).


O Corredor Caipira é realizado pelo Nace-Pteca (Núcleo de Cultura e Extensão em Educação e Conservação Ambiental) da Esalq/USP (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz/Universidade de São Paulo) e pela Fealq (Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz), com patrocínio da Petrobras. Realizada em homenagem ao mês da mulher, a “Prosa das Mulheres” reunirá a participação de Julia Vilela (bióloga e agroflorestora), Lourdes Lasaro (agricultora orgânica), Marina Guyot (agrônoma e agricultora), Mayra Camargo (produtora cultural), Noni Bazarian (bióloga e agroflorestora) e Thais Lasaro (agricultora orgânica). A mediação será de Karine Faleiros, responsável por processos de educação e articulação de políticas públicas do Corredor Caipira.


Entre os temas abordados, estão a atuação de mulheres agricultoras e agroflorestoras em rede, a vivência de mulheres negras nos movimentos culturais, o histórico da agricultura orgânica de Piracicaba, movimentos de economia solidária e a atuação de mulheres homossexuais na agroecologia. “Será um diálogo descontraído, com apresentações de música e poesia, cujo eixo condutor é a conexão entre diferentes visões de mulheres que atuam nas áreas de agroecologia e da cultura. O intuito é inspirar uma transformação, focada em modos de viver solidários e inclusivos”, diz Karine.


São apoiadores da “Prosa” o Curso de Especialização em Educação e Sustentabilidade Ambiental da Oca/Esalq/USP, o Funbea (Fundo Brasileiro de Educação Ambiental) e a Rama (Rede Agroecológica de Mulheres Agricultoras).


Outros dois módulos e rede de mulheres

O evento integra uma oficina ampla, que reúne mais dois módulos on-line com duração de três horas cada. A ideia é construir, de forma coletiva, uma rede local solidária de mulheres para a agroecologia e cultura com o objetivo de trabalhar com a economia solidária, trocas de saberes e vivências locais. O segundo módulo acontece no dia 14 de abril, às 19h, com o tema “Prosa de Mulheres: Enchendo o Balaio com Economia Solidária e Cultura”, e trará exemplos bem-sucedidos de economia solidária, de forma a reunir ideias. Haverá, ainda, espaço para apresentações de música e poesia.


O terceiro encontro, denominado “Prosa das Mulheres: Para Onde Vai Esse Balaio”, acontece no dia 28 de abril, também às 19h, com foco na criação de um plano de ação para a rede de mulheres. O momento artístico, aos moldes dos outros módulos, também está previsto. Apesar do primeiro encontro ser aberto, sem necessidade de inscrição, os interessados em participar dos dois módulos seguintes devem se inscrever por meio do endereço virtual: https://bit.ly/3s1Vran. Mais informações podem ser obtidas nas redes sociais oficiais do projeto.


Corredor Caipira

O projeto Corredor Caipira – Conectando Paisagens e Pessoas é realizado pela Fealq e pelo Nace-Pteca da Esalq/USP, com o patrocínio da Petrobras e do Governo Federal. Aprovado na última Seleção Pública do Programa Petrobras Socioambiental, o Corredor Caipira passou a contar com o patrocínio da Petrobras. Entre os parceiros, estão comunidades locais, pesquisadores, educadores, empresas, instituições de pesquisas e órgãos ambientais da esfera pública. Saiba mais sobre o projeto por meio das redes sociais: Facebook e Instagram (@corredorcaipira)

  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon