top of page
  • Foto do escritorO Canal da Lili

Encontro define ações para fortalecer as Procuradorias da Mulher no Estado de São Paulo


O encontro aconteceu na Câmara Municipal de Americana e reuniu procuradoras de diversas regiões do Estado - Imagem: Divulgação

Encontro organizado pela deputada estadual Professora Bebel (PT), procuradora especial da mulher da Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo), em conjunto com a vereadora de Americana (SP), Professora Juliana Soares do Nascimento (PT), definiu diversas ações visando o fortalecimento das Procuradorias da Mulher nas Câmaras Municipais, assim como cobrar a criação nas cidades que ainda não contam com esta organização.


O encontro aconteceu na última sexta-feira (24), na Câmara Municipal de Americana, reunindo procuradoras de diversas Câmaras Municipais de todo Estado de São Paulo, assim como lideranças de toda região, quando também foram destacadas as comemorações dos 91 anos da conquista do voto feminino no Brasil. Por mais de três horas, foi abordada a importância da mulher na política, com diversos relatos das dificuldades enfrentadas diariamente na função.



O encontro, que teve ainda as participações da deputada federal Juliana Cardoso (PT) e, por vídeo chamada, da advogada Maíra Recchia, debateu a sistemática Violência Política Contra a Mulher e foi voltado não só às procuradoras, mas também às vereadoras, lideranças e mulheres do estado de São Paulo. “Baseadas nas graves ameaças sofridas pela vereadora Professora Juliana, de que seria ‘a próxima Marielle’, entendemos a necessidade de nos unirmos ainda mais, sem partidarismos, conscientes de que a violência política contra a mulher acontece em todas as esferas de poder, independentemente de partido político ou bandeiras, com o desejo explícito de nos calar. São manifestações machistas para nos intimidar e diminuir, como muitas que já presenciei na Assembleia Legislativa de São Paulo, infelizmente”, destacou a deputada Professora Bebel.


No encontro, que também contou com a participação das vereadoras piracicabanas Rai de Almeida (PT), Ana Pavão (PL) e Silvia Morales (PV), foi decidido, ainda, pelo encaminhamento de moções a todas as câmeras municipais onde vereadoras sofreram agressões. A ideia, conforme relatou a deputada Professora Bebel, é deixar bem claro a unidade das mulheres para garantir que sejam respeitadas em suas ações. “Mexeu com uma mexeu com todas. Estamos juntas!”, assegurou a deputada e procuradora especial da mulher na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.


Comments


  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon
bottom of page