• O Canal da Lili

Dieta Cetogênica: entenda um pouco mais sobre esse regime alimentar


Esse regime também pode ser indicado para indivíduos que visam apenas o emagrecimento - Imagem: Divulgação

A epilepsia é uma síndrome caracterizada pela perturbação de atividade das células nervosas no cérebro, gerando espasmos repetitivos. Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), aproximadamente 50 milhões de pessoas em todo o mundo sofrem desta doença, posicionando-a como uma das doenças neurológicas mais comuns no planeta. Essa disfunção possui algumas variantes, que podem ser identificadas conforme a região cerebral afetada, o nível de consciência durante as crises e a frequência em que ocorrem. Dentre elas, há a epilepsia refratária ou de difícil controle medicamentoso, onde só o uso de remédios não é efetivo. Nesse caso, a dieta cetogênica aparece como uma solução para a melhora do quadro.


Constituído pelo baixo teor de carboidratos e aumento da ingestão de gorduras, esse regime possui muitas restrições. Camila Monteiro, nutricionista parceira da Konjac Massa MF, marca pioneira na produção de alimentos low-carb, explica que alimentos como pães, bolos, massas e arroz devem ser eliminados do cardápio. Em compensação, frutas, carnes, óleos e castanhas devem ser consumidos com mais frequência. "A ausência de carboidratos faz com que o cérebro busque outra fonte de energia, que no caso são as gorduras. Esse processo é chamado de cetose e estimula a atividade cerebral e, consequentemente, reduz as convulsões", informa.


Segundo a nutricionista, no início, o regime pode ter como efeitos colaterais cansaço excessivo, mau-humor e fraqueza. "A falta de glicose no cérebro faz com que o organismo reaja à essa ausência por alguns dias". Mas assim que o corpo se adapta, o mal estar costuma passar. É válido ressaltar que essa dieta deve ser realizada com um acompanhamento médico.


De acordo com Camila, para ingressar na dieta cetogênica, o paciente deve fazer a redução de carboidratos de forma gradual, até que o corpo assimile as alterações. Por isso, os produtos da Konjac Massa MF são recomendados como forma de diminuir os impactos dessa mudança. Seus produtos são formados por água purificada, fibra de aveia biológica e a farinha biológica do Konjac, tendo apenas 9 calorias em cada 100 gramas. Eles também são livres de glúten, sódio, açúcar e lactose.


Esse regime também pode ser indicado para indivíduos que visam apenas o emagrecimento, pois a cetose diminui a massa corporal. Contudo, a nutricionista alerta que os novos hábitos alimentares não devem durar tanto tempo. "Uma pessoa com epilepsia deve ser submetida a dieta cetogênica pelo período de 2 a 3 anos, onde espera-se que suas crises sejam reduzidas pela metade, mesmo após o final do tratamento. Aqueles que não têm esse problema devem seguir as restrições por, no máximo, 6 meses. O consumo das massas Konjac pode ser mantido como uma opção para prolongar os efeitos da dieta sem prejudicar as necessidades do corpo." orienta.


Konjac Massa MF

A linha de produtos Konjac Massa MF é uma alternativa para quem deseja seguir uma alimentação saudável, de baixo teor calórico e, ao mesmo tempo, desfrutar de uma refeição sem carboidratos e calorias adicionais presentes em uma massa regular. Os produtos da marca contam apenas com 9 calorias em cada 100 gramas, sendo fonte de fibras e livre de glúten, sódio e açúcar. É ideal para quem busca emagrecimento e dietas de baixas calorias. O diferencial do Konjac Massa MF está em seu ingrediente, a raiz Konjac, rica em glucomanano, uma fibra alimentar natural, sendo apropriado para consumo de vegetarianos, veganos e celíacos. http://www.konjacmassamf.com .


  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon