• O Canal da Lili

Devocional: Recorra ao Pai, peça colo, relacione-se com Ele


Imagem: Divulgação

*Texto: Eliana Teixeira

E aí, você já abriu seu coração hoje? O Espírito Santo intercede por nós junto ao Criador, levando as palavras que não sabemos como dizer, nossos gemidos – aqueles mais profundos quando a alma parece sangrar diante das adversidades da vida -, nossas lágrimas, nosso silêncio. É sobrenatural e ao mesmo tempo tão natural recorrer ao Pai, pedir colo, ou até mesmo fazer indagações.


Obviamente, como em todo relacionamento, não devemos procurar alguém apenas quando precisamos de colo ou queremos desabafar nossas inquietações. E com Deus não é diferente. Vou te contar como foi comigo: no início, parecia que estava falando com um estranho, embora tenha nascido numa família que professa a fé no Deus trino. Era incompreensível para mim a trindade divina. E assim o foi por anos, até o ponto de desistir de acreditar nela, na minha adolescência toda. Mas foi justamente no início da juventude que voltei meu interesse para esse estranho Deus, mesmo sem compreender.



Foram anos, décadas, ouvindo dizer quem era esse estranho pelas definições alheias. Mas depois de muito tempo e adversidades, aprendi através de uma das pessoas da Trindade a me aproximar, sem medo. E cada vez mais, apaixonadamente, decidi aprender a caminhar com essa pessoa: Jesus. Quanto mais eu lia (e ainda leio) sobre Jesus, mais encantava-me. Era o começo de um relacionamento que deu início a outros: entender que Deus nada tem a ver com o que religiosos dizem sobre ele, muito menos com atrocidades cometidas em nome Dele; incluir outra pessoa desse trino, o Espírito Santo, que tem sido um processo íntimo, de sensibilidade, conforto e alegria, até mesmo quando todas as situações fora de mim são apenas tristezas.


Esse relacionamento com essas pessoas espirituais proporciona, entre muitas coisas, liberação de perdão até mesmo àqueles que jamais vão nos pedir desculpas, como também nos leva a pedir perdão até mesmo àqueles que jamais vão nos desculpar. E esse relacionamento divino nos faz entender que é preciso, também, liberarmos perdão a nós mesmos, nos livrarmos de culpas, remorsos, ansiedades e medos. “E, quando estiverdes orando, perdoai, se tendes alguma coisa contra alguém, para que vosso Pai, que está nos céus, vos perdoe as vossas ofensas”. (Marcos 11:25)


OUTROS DEVOCIONAIS

Leitura Devocional: Sempre haverá livramentos diante das adversidades

Devocional: Lance sua rede ao mar: há muito mais peixes do que imagina!

  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon