top of page
  • Foto do escritorO Canal da Lili

Deputada Professora Bebel é eleita vice-presidenta estadual do Partido dos Trabalhadores


A deputada Professora Bebel durante o seminário em que foi eleita vice-presidenta estadual do PT - Imagem: Divulgação

A presidenta da Apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo), a deputada estadual Professora Bebel (PT) é a nova vice-presidenta estadual do Partido dos Trabalhadores. A indicação do nome da Professora Bebel para a vice-presidência da executiva estadual do PT foi feita última sexta-feira (14), durante reunião ordinária do Diretório Estadual. Já como vice-presidenta estadual do PT, Bebel participou ainda na noite de sexta-feira, da abertura do Simpósio Estadual PT paulista, denominado de Vilson Augusto de Oliveira, dirigente do Partido dos Trabalhadores, que faleceu em 2021, depois de uma longa batalha contra a Covid-19.




O seminário teve sequência no sábado, 15 de abril, com análise de conjuntura dos 100 primeiros dias do governo do presidente Lula. Neste encontro, Bebel solicitou que o PT aprofunde as discussões sobre a violência nas escolas. “Também discutimos o enfrentamento, que se faz necessário, ao governo Tarcísio e seu projeto privatista”, conta a deputada Professora Bebel. No evento, ainda, Bebel fez um chamamento para a greve nacional da educação, marcada para o próximo dia 26 de abril, com o objetivo de “revogar já a reforma do ensino médio e exigir do governo estadual que abra uma mesa de negociação com os profissionais da educação e, principalmente, ouça a comunidade escolar sobre as medidas necessárias para enfrentar a violência nas escolas”, conta.


O simpósio também contou com a participação de Delúbio Soares e Vaccari Neto, ex-dirigentes do PT, que fizeram exposição das injustiças sofridas, mas também trouxeram um alerta de que o projeto político do Partido dos Trabalhadores ainda incomoda muita gente, principalmente aqueles que não querem o povo no orçamento. “Destaquei que fomos vítimas de lawfare, uma guerra jurídica foi travada contra nós e que, durante esse período, estivemos unidos, acreditando na inocência dos nossos companheiros. Ninguém solta a mão de ninguém! Devemos seguir assim, unidos e trabalhando para fazer valer a vontade das urnas”, discursou Bebel.

Comentarios


  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon
bottom of page