top of page
  • Foto do escritorO Canal da Lili

Deputada Bebel exige respeito aos professores e denuncia deputado Bolsonaro por caluniar categoria


A deputada Bebel exige respeito aos professores e já fez representação contra o deputado Eduardo Bolsonaro - Imagem: Divulgação

A segunda presidenta da Apeoesp, a deputada estadual Professora Bebel (PT), repudiou em suas redes sociais a postura do deputado federal Eduardo Bolsonaro, filho do ex-presidente Jair Bolsonaro, que em evento pró-armas, realizado em Brasília (DF), no último dia 9 de julho, comparou “professores a traficantes de drogas”. A deputada Professora Bebel cobrou respeito aos professores e já fez representação junto à Polícia Federal, solicitando abertura de inquérito, e posterior ação penal junto à Procuradoria Geral da República, contra o parlamentar.


A deputada Professora Bebel lamentou o que chamou de “lamentáveis palavras ou verbetes desse deputado federal Eduardo Bolsonaro”. Para ela, o parlamentar “carrega consigo um ódio que eu não consigo entender. Ódio a uma categoria tão importante como a nossa, que é de professores”, enfatizou, cobrando respeito aos professores: “quero dizer para ele o seguinte: respeito é bom e a gente gosta, e isto é inaceitável para nós. Nós não deixaremos barato. Nós vamos levantar uma campanha nesse país para que deem a dignidade aos professores, seja de forma a ser respeitado, porque já não temos valorização profissional, já não temos respeito de políticos como o pai dele (ex-presidente Jair Bolsonaro), que o tempo todo atacou professores, colocando escola sem partido, enfim, uma pauta de costumes que ia contra uma educação pública de qualidade para os filhos e filhas da classe trabalhadora”, ressaltou a parlamentar e educadora.



Para a deputada e segunda presidenta da Apeoesp, é lamentável que o deputado Eduardo Bolsonaro suba em um caminhão para defender armamento e atacar os professores. “Inaceitável, senhor Eduardo Bolsonaro. O senhor tem mais coisa para fazer por esse país. O senhor decidir estar conosco defendendo a educação pública de qualidade e não nos atacando. Se o senhor acredita que a arma é a melhor forma de resolver os problemas, quero dizer para o senhor que educação é a arma vital para que nós possamos defender os direitos e para que a gente consiga resolver os problemas”, falou na defesa da educação e dos seus profissionais.


Para Bebel, talvez, por não entender muito bem as coisas, a família Bolsonaro tem dificuldade na verdade. “Seu pai, o senhor, vocês têm dificuldades? Então vamos fazer o seguinte, vocês nos respeite. E quero dizer também que na condição de mãe, mulher e professora, nós vamos entrar com uma representação e entrarei na condição de deputada, mãe, mulher e professora. Respeito é bom e nós gostamos”, declarou a deputada em vídeo que circula em suas redes sociais.


Comments


  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon
bottom of page