top of page
  • Foto do escritorO Canal da Lili

Defesa Civil segue no monitoramento dos rios e pontos de possíveis alagamentos em Piracicaba (SP)


Semozel reparou o piso de passarela sobre o Piracicamirim - Imagem: Divulgação

A Prefeitura de Piracicaba (SP), por meio da Defesa Civil, segue no monitoramento dos rios que cortam o município por conta das chuvas constantes desde o início do ano, além de pontos de possíveis alagamentos. Desde o dia 1º/01, choveu 117 mm em Piracicaba, segundo dados do pluviômetro da base da Defesa Civil. Nesta semana, somente nas 24 horas entre os dias 10 e 11, choveu 52 mm. Às 18h dessa sexta-feira (13), o rio Piracicaba seguia em seu nível normal, com 2,49 metros de altura e 156 m3 de vazão.


A semana foi de chuva intensa. No dia 10/01, terça-feira, uma forte pancada fez com que córregos, como o do Enxofre e Jaú transbordassem e causassem danos, como a obstrução de manilhas, bueiros e danos em passarelas. Desde então, força-tarefa formada por várias secretarias, atua para amenizar os estragos.



Na quinta-feira (12), a Semozel (Secretaria de Obras e Zeladoria) realizou limpeza e desobstrução de galeria de água pluvial da área da Pereirinha e a desobstrução do córrego do Enxofre em trecho da Renascer. Também foi substituída placa de cimento de passarela sobre o córrego do Enxofre, na avenida Abel Pereira. A passarela já foi liberada. A Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente (Simap) finalizou limpeza de local onde desabou uma moradia, na Portelinha, na avenida Honorato Faustino.


MANUTENÇÃO

A Semozel realizou hoje reparo em passarela sobre o ribeirão Piracicamirim, localizada entre a avenida Professor Alberto Vollet Sachs e rua Bento Ferraz de Arruda, no bairro Maracanã, com a troca de madeira.


ATENTOS

Os pontos que podem alagar em Piracicaba são: avenida Armando de Salles Oliveira, entre o TCI (Terminal Central de Integração) e avenida Independência; avenida 31 de Março e rua Gomes Carneiro com rua Santa Cruz. Motoristas e pedestres devem evitar esses locais em caso de chuvas fortes.


Quanto ao rio Piracicaba, em caso de transbordamento, os pontos de alagamento ficam na região da Rua do Porto, avenida Beira Rio, Bongue, avenida Cruzeiro do Sul, avenida Jaime Pereira, Ondas, Algodoal, Ondinhas, São Francisco, Estoril, Jupiá, Gran Park e Ártemis. No caso do rio Corumbataí, os pontos que podem alagar ficam em Santa Terezinha, Vila Rios e IAA-Bessy.


O ribeirão Piracicamirim pode transbordar em pontos no Serra Verde, Ipanema, Astúrias, Bosque da Água Branca, Maracanã, Morumbi, Vila Independência e trechos da avenida Alberto Vollet Sachs.


As pessoas que vivem em áreas de risco e se sentirem em perigo podem ligar para os telefones 199 (Defesa Civil) e 153 (Guarda Civil), Corpo de Bombeiros (193) e solicitar apoio. A Defesa Civil do Estado de São Paulo disponibiliza um canal de informações para a população que alerta para eventos meteorológicos. Para receber os informes no celular, basta enviar um SMS com o número do CEP da residência para o número 40199. Informações gerais podem ser acessadas em: http://www.spalerta.sp.gov.br/.

Commentaires


  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon
bottom of page