• O Canal da Lili

Coral Canto Alegre e Presépio Vivo: apresentações natalinas gratuitas em Piracicaba (SP)


Coral Canto Alegre e Presépio Vivo mantêm tradição natalina com 4 apresentações nesta semana - Imagem: Divulgação

A beleza de cânticos natalinos interpretados por vozes da comunidade piracicabana é um presente que o Coral Canto Alegre oferecerá ao público durante o mês de dezembro. As vozes afinadas são como um bálsamo nesses tempos de fim de ano, que remetem a reflexões. O Coral Canto Alegre, coordenado pela regente Tania Pacca Perticarrari, conta com a participação de cerca de 30 coralistas. Em Piracicaba (SP), poderá ser apreciado presencialmente, seguindo protocolos de segurança sanitária, em quatro datas e locais diferentes neste mês e uma das novidades é a participação do tradicional Presépio Vivo de Piracicaba, formado por crianças e adolescentes desde 1972.


As apresentações têm duração entre 30 minutos e uma hora, são abertas e gratuitas ao público e estão agendadas para os dias 15, 16, 18 e 19 (confira a programação abaixo).


O público poderá apreciar o desenvolvimento do Coral Canto Alegre, um trabalho desafiador de aproximadamente dois meses, com homens e mulheres que não se conheciam e a maioria nunca tinha tido contato com o canto coral. De acordo com a coordenadora, apesar do pouco tempo, a evolução dos novos coralistas foi bastante rápida. “É um grupo muito comprometido e motivado a realizar esse espetáculo”, comenta Tania.


O repertório é alegre, relaxante e emocionante. Canções tradicionais natalinas, selecionadas pela pianista e regente Cidinha Mahle, com arranjos do maestro Ernst Mahle, terão a pianista Francine Rigitano no acompanhamento das apresentações. “Queremos levar uma mensagem de Natal que remeta à busca pela paz, um momento propício para cantarmos sobre isso. Porém, não se trata de um repertório tão simples, principalmente para as pessoas que nunca cantaram e precisam se empenhar. Está sendo um grande desafio”, afirma Tania.


No ano passado, o Coral Canto Alegre foi virtual por conta das restrições mais severas da pandemia. Tanto para os novos coralistas como para aqueles que já participaram do grupo antes, a possibilidade da retomada está sendo uma “terapia”. É o caso da pedagoga aposentada Maria Helena Ferreira Blat, 75. “Sinto felicidade em cantar e perceber o bem-estar dos estímulos dos exercícios do coral em minha vida”, relata ela, que é coralista há cinco anos.


Novo na atividade, o engenheiro mecânico Marcelo Augusto Gomes de Lima, 46, sai direto do trabalho para se juntar ao grupo. “É o meu futebol da semana”, brinca. Em casa, troca ideias com a esposa e os filhos sobre a experiência musical, que faz parte de sua vida, pois já teve banda há 10 anos. “Tem sido uma ansiedade positiva para as apresentações”, comenta.


As exibições do Coral Canto Alegre marcam o encerramento das atividades deste ano, que retornam em janeiro de 2022 com novo repertório e seguem até março, com novas apresentações na cidade.


Presépio Vivo

As apresentações do Coral terão a parceria do Presépio Vivo, idealizado e coordenado pela pianista Cidinha Mahle há 49 anos ininterruptos, formado dentro da Empem (Escola de Música de Piracicaba Maestro Ernst Mahle). O Presépio Vivo é uma encenação com crianças e adolescentes que retratam o nascimento de Jesus Cristo. O grupo tradicional, que ao longo dos anos foi tendo diferentes elencos, já se apresentou em diversas cidades, mas para muitos ainda é novidade em Piracicaba.


Cidinha Mahle destaca que a finalidade do Presépio Vivo foi criar um ambiente especial, pensando em como teria sido o nascimento de Jesus. Em geral são 20 participantes. Maria, José e os Reis Magos são adolescentes; os anjos têm o papel mais movimentado; pastores, pastorinhas e os animais da manjedoura são interpretados pelas crianças menores. “As apresentações seguem sempre a tradição, mas por outro lado são diferentes, conforme os participantes do ano. Estamos animados, creio que faremos todos felizes nessa estreia do Coral Canto Alegre juntamente com o presépio, festejando o Natal com maior devoção”, ressalta Cidinha Mahle.

Projeto patrocinado

O Coral Canto Alegre começou a ser desenvolvido pela regente Tania em 2018, sempre patrocinado pela empresa Oji Papéis Especiais, localizada no bairro Monte Alegre, com apoio da Lei de Incentivo à Cultura e realização da Secretaria Especial da Cultura e Ministério do Turismo.


Programação

Dia 15 (quarta-feira), às 19h30, no Centro Comunitário do Monte Alegre;


Dia 16 (quinta-feira), às 19h30, na Sala Dr. Mahle da Empem. Neste dia, haverá participação especial do Coral Canto do Terras, um coro feminino independente, também conduzido pela regente Tania Pacca Perticarrari;


Dia 18 (sábado), após a missa das 16h30, na Igreja Menino Jesus de Praga, no bairro Jaraguá;


Dia 19 (domingo), às 9h, na Igreja Metodista de Piracicaba, acompanhando a celebração do culto.




  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon