top of page
  • Foto do escritorO Canal da Lili

Comitês PCJ promovem webinário sobre segurança hídrica nas Bacias PCJ pelo YouTube, dia 14/09


Imagem: Divulgação

Discutir sobre a segurança hídrica nas bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (Bacias PCJ) e incentivar ações voltadas ao enfrentamento da estiagem pelos setores usuários (rural, indústria e saneamento) são os principais objetivos do Webinário Segurança hídrica nas Bacias PCJ - Estiagem 2022, que será promovido pelos Comitês PCJ no dia 14 de setembro, através do Grupo de Trabalho “Operação Estiagem 2022” e com o apoio da Agência das Bacias PCJ.


A programação é das 9h às 17h, com diversas palestras e apresentações de casos de sucesso. Não será exigida inscrição. Para participar, basta acessar o YouTube: https://bit.ly/GT-EstiagemWebinário. Mais informações e a programação completa podem ser encontradas neste link: https://bit.ly/WebinárioSegurançaHídricaPCJ.




Dentro do subtema “Planejamento e gestão no enfrentamento da estiagem”, as palestras vão abordar “Segurança hídrica: destaques do Plano das Bacias PCJ 2020 a 2035”; “Gestão compartilhada do Sistema Cantareira e redes telemétricas”; “Apresentação sobre a Sala de Situação PCJ e o monitoramento hidrológico no âmbito das Bacias PCJ”; “Experiências de alocação de água em bacias críticas”; “Regulação do saneamento básico no contexto da estiagem”; e “Obras e ações planejadas e em desenvolvimento”.


O evento também contará com a apresentação de casos de sucesso nos setores da “Indústria”, do “Saneamento” (Experiências municipais em perdas hídricas e monitoramento) e “Rural”, dentro do subtema “Boas práticas para o uso eficiente dos recursos hídricos nas Bacias PCJ”. “A estiagem é caracterizada pelo período em que enfrentamos reduções significativas das vazões nos nossos cursos d ́água. Nesse contexto, difundir boas práticas de uso eficiente da água nas Bacias PCJ é fundamental para que possamos, coletivamente, prevenir episódios de escassez e evitar prejuízos”, destaca André Navarro, coordenador do GT e secretário-executivo do CBH-PCJ e do PCJ Federal.


Entre as atribuições do GT-Estiagem, está a de definir medidas coletivas e integradas destinadas a incentivar o uso eficiente da água nas Bacias PCJ pelos setores usuários, ou seja, o abastecimento das cidades, das indústrias e do meio rural. O grupo também coordena a interlocução junto a outras entidades que atuam com recursos hídricos, como autarquias de água e esgoto, empresas privadas de saneamento, órgãos de governo ligados ao abastecimento, agências reguladoras e Ministério Público, por meio do chamado “Movimento PCJ pelo Uso Eficiente da Água”.


O Plano de Trabalho do grupo prevê uma série de ações técnicas de cooperação e divulgação de dados, benchmarking de ações realizadas nos municípios, além de uma ampla campanha publicitária. O movimento é destinado a sensibilizar os atores locais sobre a problemática, bem como reunir, em seu hotsite (www.movimentopcj.org.br), documentos e outros materiais produzidos nas operações de estiagem.


SOBRE OS COMITÊS PCJ

Os três colegiados que formam os Comitês PCJ – Comitê das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (CBH-PCJ), Comitê das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ Federal) e o Comitê das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba-Jaguari (CBH-PJ1) — compartilham uma diretoria integrada e são as instâncias máximas para a tomada de decisões sobre a gestão de recursos hídricos nas Bacias PCJ. O comitê paulista (CBH-PCJ) completará 29 anos de instalação no dia 18 de novembro. Em março deste ano, o comitê federal completou 19 anos e o mineiro (CBH-PJ1), 14 anos.


As Bacias PCJ abrangem 76 municípios (71 paulistas e cinco mineiros). Os Comitês PCJ são compostos por representantes dos Governos Federal, dos Estados de São Paulo e de Minas Gerais, dos municípios, usuários dos recursos hídricos e da sociedade civil. Sua gestão é descentralizada e participativa, e busca a convergência de decisões como forma de garantir o desenvolvimento e a continuidade da gestão dos recursos hídricos nas Bacias PCJ.


A região das Bacias PCJ possui cerca de 5,7 milhões de habitantes e responde por cerca de 5% do PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro e por 14% do PIB do Estado de São Paulo. A Agência das Bacias PCJ, entre outras funções, atua como braço executivo dos Comitês PCJ e foi criada há 12 anos, em novembro de 2009.

留言


  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon
bottom of page