top of page
  • Foto do escritorO Canal da Lili

Carreta da Mamografia realiza mais de 24 mil exames em 2023, em 50 municípios do Estado


A carreta do programa Mulheres de Peito percorre os municípios do Estado de São Paulo - Foto: Divulgação/Arquivo

O programa Mulheres de Peito, uma iniciativa da Secretaria de Estado da Saúde em parceria com a Fidi - Fundação Instituto de Pesquisa e Estudo de Diagnóstico por Imagem – instituição social filantrópica de saúde, referência em diagnóstico por imagem – atendeu 24.690 mulheres em São Paulo em 2023. Nas 50 cidades por onde passou, recebeu uma média de 493 pacientes por campanha, promovendo acesso da população à atenção básica em saúde, incentivando mulheres a realizar os exames gratuitamente e prestando apoio ao SUS - Sistema Único de Saúde.






Entre as atendidas, 65,35% tinham entre 50 e 69 anos; 24,73% tinham de 35 a 49 anos e 9,92% são 70+. "Essa estatística reflete o perfil dos principais pacientes da Fidi, que são mulheres 50+. Elas se cuidam mais, possuem a rotina de ir a médicos ginecologistas e são os principais públicos de campanhas bem-sucedidas de atenção aos cuidados com a saúde”, explica a doutora Vivian Milani, médica radiologista da Fundação.

Do total de exames realizados pela Fidi nas carretas, 306 foram encaminhados para tratamento. A mamografia é um exame indispensável para o diagnóstico precoce do câncer de mama. Se for detectada em fase inicial, aumenta as chances de tratamento e cura, podendo chegar a 98%. De acordo com o Inca - Instituto Nacional de Câncer, no Estado de São Paulo, estima que em 2023 ocorreram 20.470 novos casos da doença, sendo essa a primeira causa de morte por câncer em mulheres no Brasil (1).

“O Programa Mulheres do Peito leva o acesso a exames diagnósticos, ampliando a prevenção de enfermidades relacionadas à mama. As carretas agilizam o diagnóstico e impactam positivamente a vida de muitas pacientes que aguardavam para realizar um exame de extrema importância para a saúde da mulher”, detalha a doutora Vivian.

(1) Dados e números sobre o câncer de mama - Relatório anual 2023 relatorio_dados-e-numeros-ca-mama-2023.pdf (inca.gov.br).

Carreta da Mamografia

As imagens capturadas nos mamógrafos são encaminhadas para o Sedi - Serviço Estadual de Diagnóstico por Imagem, que emite laudos à distância, localizado na capital paulista. O resultado sai em até dois dias após a realização do exame.


A carreta do programa Mulheres de Peito percorre os municípios do Estado de São Paulo ininterruptamente, para incentivar mulheres a realizar exames de mamografia gratuitamente pelo SUS, ampliando o acesso da população à atenção básica em saúde.


A unidade móvel conta com uma equipe multidisciplinar composta por técnicos em radiologia, supervisor e um agente administrativo. Para agilizar o diagnóstico, cada veículo é equipado com conversor de imagens analógicas em digitais, impressoras, computadores e mobiliários.


O projeto existe desde 2014, e as carretas, adaptadas para atender pacientes com deficiências, cadeirantes ou com mobilidade reduzida, já percorreram mais de 300 locais. No total, já foram realizadas cerca de 254 mil mamografias, 7 mil ultrassons, 700 biópsias, e mais de 2 mil mulheres foram encaminhadas para exames complementares ou início do tratamento oncológico em unidades estaduais especializadas. Atualmente, o Programa Mulheres de Peito realiza biópsia e, em caso de necessidade de novos exames, a mulher é encaminhada para unidade de saúde.

Comments


  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon
bottom of page