top of page
  • Foto do escritorO Canal da Lili

Candidatos de Piracicaba: Gilmar Rotta visa cadeira na Câmara Federal e mais recursos à saúde


Gilmar Rotta: "Defesa do SUS e a ação para a melhoria dos recursos para saúde" - Imagem: Davi Negri

*Texto: Eliana Teixeira

O piracicabano Gilmar Rotta, vereador e presidente licenciado do Legislativo de Piracicaba, concorre a uma cadeira na Câmara Federal. Rotta é mais um dos entrevistados pelo O Canal da Lili na série que apresenta aos eleitores da RMP (Região Metropolitana de Piracicaba), principalmente da cidade sede, os canidatos a deputados estaduais e federais. As entrevistas com outros candidatos que responderam ou entraram em contato com a revista digital serão publicadas até dia 24 de setembro. Gilmar Rotta tem 56 anos, é divorciado e pai de Felipe, 24 anos. O parlamentar é formado em Matemática e Gestão Pública. Confira a entrevista:



Qual sua profissão e o que te fez escolher esse caminho profissional?

Sou professor de formação, cheguei a lecionar, assim como também tenho formação musical e cheguei a tocar em bandas de baile e na Banda União Operária. No entanto, foi a vida pública que me conquistou, atuar pelas pessoas e com as pessoas em busca de melhorias, principalmente, na atuação dos serviços públicos.


Como foi o início de sua trajetória profissional?

Como eu disse, as formações são diferentes, mas com a gestão pública que me firmei na trajetória, que me apaixonei, que foi o assessoramento político. Por isso, me preocupei em buscar também conhecimento técnico, neste caso com a especialização, para fortalecer o que vim aprendendo na prática nestes anos de vida pública. Então, falando da vida pública, esta trajetória começou com a assessoria na Câmara de Vereadores, quando ainda não existiam assessores. Era apenas eu para todos naquela época. Na Câmara também fui chefe do setor de informática e responsável pelo início da transição entre o papel e o computador na Casa. O interessante é que agora estou tralhando para a eliminação total do papel nas atividades da Câmara. Desta experiência que tive também no antigo Cedecon (que era um serviço de defesa do consumir que a Câmara mantinha) e assessoramento parlamentar já diretamente em gabinetes, trabalhei na Secretaria de Saúde, onde fui assessor do secretário e gestor da Pasta. De volta à Câmara, fui assessor do vereador Pira, a quem devo o aprendizado do vereador que sou hoje. Ele faleceu durante o mandato e nas eleições seguintes, meus companheiros que integravam o mandato definiram que deveria ser eu o candidato e juntos chegamos à eleição.


O que te motivou a entrar e permanecer na vida pública?

Atuar na gestão da Secretaria Municipal de Saúde me deu uma ampla visão sobre como, muitas vezes, a simples falTa de informação distancia o cidadão da solução do seu problema. Na área da saúde, os problemas são ainda mais complexos. Lidar com a vida das pessoas é uma responsabilidade enorme. Fez com que o senso de urgência ficasse mais aguçado na assessoria política e no exercício de mandato. Não se trata de intervir na atuação do Estado, mas de encontrar caminhos e contribuir para a agilidade no atendimento ao cidadão.


Quais são suas principais pautas como candidato?

São três as principais e todas ligadas às atividades que desenvolvi nestes anos. A defesa do SUS e a ação para a melhoria dos recursos para saúde, o desenvolvimento regional com foco no fomento ao estímulo da economia de baixo carbono, e a atuação pelos produtores rurais, entre eles, os da agricultura familiar.


SERVIÇO

Gilmar Rotta - contato: Site (www.gilmarrotta.com.br). Redes sociais: Instagram (gilmar_rotta) e Facebook (Gilmar Rotta.





Comments


  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon
bottom of page