• O Canal da Lili

Brasil: Indústria deve contratar 9,6 milhões de profissionais qualificados até 2025


Áreas de Engenharia são destaque no mercado de trabalho - Imagem: Ilustrativa

De acordo com dados divulgados pela CNI (Confederação Nacional da Indústria), o Brasil deverá qualificar 9,6 milhões de pessoas até 2025 para responder às demandas projetadas pelo setor industrial. As informações fazem parte do Mapa do Trabalho Industrial 2022-2025 e indicam que, do total apresentado, 2 milhões de pessoas precisam de formação inicial para serem inseridas no mercado no lugar de funcionários inativos ou em novas vagas.


Segundo a pesquisa, os setores com maior necessidade de trabalhadores formados são o de metal e mecânica, o de construção, de logística e transporte e o de alimentos e bebidas. Para o coordenador do curso de Engenharia de Produção da Faculdade Anhanguera, professor Ricardo Veloso Ribeiro, as áreas das engenharias terão destaque no cenário previsto.



“Nos próximos anos, será criado um grande volume de novas vagas em ocupações industriais”, afirma o docente. “Com a capacitação para atuar em diferentes frentes, os profissionais multifacetados desempenham funções normalmente atreladas às indústrias e podem desenvolver projetos inovadores para melhoria de desempenho, de resultados e de lucros”, continua Ribeiro.


No caso específico dos engenheiros de produção, as atribuições contemplam a gestão de tecnologias e processos, além do fluxo de recursos humanos, materiais e financeiros. O profissional graduado domina técnicas de administração e conceitos econômicos para facilitar o esquema de serviços de uma instituição. “O objetivo é integrar os ramos de uma companhia de forma funcional para otimizar as rotinas”, pontua.


Dentro da indústria, o especialista será responsável pelo desenvolvimento organizacional e pelo elo entre as metas estabelecidas pela administração superior e o desempenho operacional. “O aumento na procura por esses engenheiros se dá pela necessidade de trabalhadores que saibam tomar decisões de forma eficaz”, afirma. “A educação de qualidade nas outras habilitações, como a Elétrica, Mecânica, Civil, entre outras, também será um diferencial para conquistar espaço com essa oportunidade do meio industrial”, finaliza o docente.

  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon