top of page
  • Foto do escritorO Canal da Lili

Beijo: especialista destaca quais as principais doenças causadas pela troca de saliva


Em 13 de abril, é celebrado o Dia do Beijo - Imagem: Divulgação

Em 13 de abril, é celebrado o Dia do Beijo. O beijo é um gesto tão simples, mas que deve trazer uma atenção especial para a saúde bucal. Durante o beijo, ocorre uma troca de bactérias que podem causar algumas doenças e problemas. O Dia do Beijo é uma data para celebrar o amor e a paixão, mas também é uma oportunidade para conscientizar a população sobre a importância da saúde bucal. Mantenha a sua boca saudável e beije com segurança!

A cirurgiã-dentista e especialista em saúde bucal, Bruna Conde, explica que as bactérias presentes na boca de uma pessoa podem ser transmitidas para a outra durante o beijo, aumentando o risco de doenças bucais. Além disso, se uma das pessoas envolvidas no beijo apresentar algum tipo de infecção, a transmissão de doenças mais graves, como a mononucleose, pode ocorrer.



Por isso, é importante estar atento à saúde bucal e adotar algumas medidas para beijar com segurança. A primeira delas é manter uma boa higiene bucal, escovando os dentes e a língua pelo menos três vezes ao dia e utilizando o fio dental diariamente.

Outra dica importante é evitar o consumo de alimentos açucarados ou ácidos antes do beijo, pois eles podem aumentar a acidez da boca, favorecendo a proliferação de bactérias. Beber água também ajuda a manter a boca hidratada e a eliminar as bactérias.

“Eu aconselho você a se autoanalisar, confira a cor da sua gengiva, se está inchada ou sangrando, se você está tendo alterações de hálito, bochechas, língua, lábios, não olhe somente os dentes, não é somente dentes brancos que é prioridade hoje em dia, eu foco muito na saúde. A estética é importante, porém a saúde vem em primeiro lugar, pois existe muita boca esteticamente bonita e a saúde bucal em péssimo estado”, alerta Bruna Conde.


Mantenha a sua boca saudável e beije com segurança! - Imagem: Divulgação

Principais doenças que podem ser causadas pela troca de saliva durante o beijo:

Mononucleose infecciosa: também conhecida como "doença do beijo", é causada pelo vírus Epstein-Barr e é transmitida principalmente pelo contato com a saliva de uma pessoa infectada. Os sintomas incluem febre, dor de garganta, fadiga e aumento dos gânglios linfáticos.

Herpes labial: é causada pelo vírus herpes simplex tipo 1 (HSV-1) e é altamente contagiosa. É transmitida pelo contato com a saliva de uma pessoa infectada, principalmente através de beijos, compartilhamento de utensílios de cozinha ou banheiro e contato com feridas.

Sífilis: é uma doença sexualmente transmissível causada pela bactéria Treponema pallidum. Embora a transmissão através da saliva seja rara, pode ocorrer em casos de contato com feridas ou lesões na boca.


Doença periodontal: é uma doença inflamatória que afeta as gengivas e os ossos que suportam os dentes. Acredita-se que as bactérias presentes na saliva possam contribuir para o desenvolvimento da doença periodontal. “Dor de dente, gengivas inchadas ou vermelhas, feridas na boca, mau hálito persistente ou dor ao mastigar podem indicar a presença de uma doença bucal, e devem ser avaliados por um dentista”, salienta Bruna Conde.


“Caso você tenha alguma infecção na boca ou esteja com aftas ou feridas, é importante evitar o beijo até que a situação esteja controlada. Além disso, é recomendável conversar com o seu parceiro ou parceira sobre a sua saúde bucal e incentivar que ele ou ela também mantenha uma boa higiene”, destaca Bruna Conde.


Comments


  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon
bottom of page