• O Canal da Lili

Aulas na Rede Municipal de Ensino de Piracicaba (SP) começam nesta terça-feira (1º)


Salas estão preparadas para receber os alunos - Imagem: Prefeitura de Piracicaba/CCS

A Rede Municipal de Ensino de Piracicaba (SP) inicia nesta terça-feira (1º), as aulas nas 124 escolas, que vão receber os cerca de 36 mil alunos. De acordo com a SME (Secretaria Municipal de Educação), o formato será 100% presencial e todos os protocolos de combate ao coronavírus serão respeitados. Somente os alunos que apresentarem laudo médico não devem retornar às aulas.


As unidades escolares estão prontas para receber os alunos com o principal objetivo de recuperar o nível de aprendizagem que foi perdido durante o tempo de pandemia, quando os alunos ficaram afastados das salas de aula. “No Ensino Fundamental, o foco será a recuperação do que perdemos em dois anos de pandemia. Avaliamos nossos alunos e, em conjunto com a equipe pedagógica, construímos as estratégias necessárias, que serão implementadas neste ano de 2022. Não será uma tarefa fácil, mas creio na competência e dedicação de nossos profissionais da Educação e o envolvimento de todos os nossos servidores”, reforçou o secretário municipal de Educação, Gabriel Ferrato dos Santos.


No combate à Covid-19, as escolas continuarão seguindo as orientações e protocolos sanitários definidos pelos órgãos de Saúde, pelo Plano São Paulo e pelo Setor de Saúde do Escolar, como o uso correto de máscaras, lavagem de mãos, uso de álcool em gel, higienização e manutenção frequente dos espaços e instalações.


ALTERAÇÕES

As chuvas que atingem Piracicaba desde a sexta-feira (28), causaram danos em algumas escolas. A Escola Municipal Prof.ª Heloisa Helena Azanha Naime, no Parque Residencial Monte Rey II, está com 5 salas interditadas devido às fortes chuvas. Os alunos dessas salas ficarão em casa, com ensino remoto. A Escola Municipal Francisco Corrêa, no Jardim São Paulo, está com 6 salas interditadas pelos mesmos motivos. E os alunos dessas salas também serão atendidos com ensino remoto. Nos dois casos, a Secretaria Municipal de Educação realizou reuniões com os pais para informar sobre os problemas.


A Escola Municipal Francisco Guiomar, em Santa Terezinha, apresentou problema na estrutura da cozinha, que não pode ser solucionado enquanto as chuvas não cessarem. Até que o problema seja resolvido, a merenda será produzida em uma unidade escolar próxima e será transportada até a escola para atender os alunos. A escola iniciará as atividades na quarta-feira (2).




  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon