top of page
  • Foto do escritorO Canal da Lili

Apeoesp promove abaixo-assinadoe faz vigília por nova atribuição de aulas da rede estadual


A deputada Bebel entre Roberto Guido e Silvio de Souza, diretores da Apeoesp, e o então secretário da Educação, Hubert Álqueres - Imagem: Divulgação

Diante dos inúmeros e graves problemas que ocorrem no processo de atribuição de classes e aulas 2023, a Apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo) está provendo abaixo-assinado dirigido à Secretaria Estadual da Educação do Estado de São Paulo para que seja realizado um novo processo. O link para assinar o abaixo-assinado dirigido à Secretaria da Educação é http://www.apeoespcadastro.org.br/APW30/w_enquetes/enquete.php?id=731 . Além disso, também pode ser acessado na página da Apeoesp. Já na manhã desta quarta-feira (4), promove vigília em frente à Secretaria Estadual da Educação, na Praça da República, em São Paulo, que contará com a participação de professores das diversas regiões do Estado, visando pressionar o novo governo do Estado a rever a “bagunça na atribuição de aulas”. A concentração acontece a partir das 14h.



De acordo com a presidenta da Apeoesp, a deputada estadual Professora Bebel (PT), entre os problemas levantados estão a imposição da jornada de trabalho como fator de classificação, causando distorções e prejudicando muitos professores com maior pontuação, formação, experiência e tempo de serviço. Além disso, há erros e distorções verificados na classificação dos professores da Categoria O, causando situações de injustiças para professores com mais tempo de serviço, habilitados, docentes que saíram do PEI (Programa de Ensino Integral) e outros problemas em relação a esse segmento, em decorrência de ações de unidades escolares e diretorias de ensino.


Diante disso, é reivindicada a anulação do processo de atribuição de aulas já realizado, com retirada da jornada de trabalho como fator de prioridade para a atribuição de aulas, correção de todos os erros e problemas e realização de novo processo, presencial, em datas a serem fixadas no final do mês de janeiro.


Esse pedido inclusive já foi apresentado pela presidenta da Apeoesp, no último dia 29 de dezembro, ao então secretário estadual da Educação, Hubert Álqueres, durante encontro na própria secretaria, que também contou com as participações dos diretores da Apeoesp, Roberto Guido e Silvio de Souza.


Bebel enfatiza que, na reunião, solicitou ao secretário que suspenda e anule todo o processo, para que todos os problemas sejam corrigidos e, em novas datas, a atribuição seja novamente feita de forma presencial para efetivos, estáveis, categoria F e categoria O. Diante dos apontamentos feitos, o então secretário tomou conhecimento de todos os problemas que vêm ocorrendo na atribuição, por meio de documento protocolado pela presidenta da Apeoesp, comprometendo-se a encaminhar respostas nas próximas horas, buscando, para tanto, contato com o futuro Secretário da pasta. “Estamos trabalhando duramente para que a atribuição de aulas seja presencial, justa e transparente e continuaremos a fazê-lo sem interrupção até que consigamos reverter todos os erros e injustiças”, diz Bebel.



Comments


  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon
bottom of page