top of page
  • Foto do escritorO Canal da Lili

Após deputada Bebel cobrar, Prefeitura de Piracicaba anuncia medidas para liberar estrada do Bongue


A deputada Professora Bebel cobrou agilidade da Prefeitura na tomada de medidas para liberar, com segurança, a estrada do Bongue, que está interditada desde dezembro - Imagem: Divulgação

Após a deputada estadual Professora Bebel (PT) encaminhar ofício ao prefeito de Piracicaba (SP), Luciano Almeida, no último dia 12, cobrando iniciativas para a liberação segura da estrada do Bongue, que está interditada completamente desde o final do mês passado, o chefe do Executivo anunciou que em no máximo 60 dias a via será reaberta. No documento, da Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo), a deputada Bebel cobrou que o prefeito definisse datas para início e reabertura da estrada do Bongue, que com a interdição está prejudicando o deslocamento de moradores e de pessoas que saem ou se dirigem para aquela região da cidade.






A deputada Bebel conta que decidiu cobrar do prefeito agilização nas ações em função de que quando interditou a estrada do Bongue, a Prefeitura de Piracicaba comunicou que havia contratado uma empresa para analisar a situação e, a partir disso, definir medidas para sanar o problema de queda da pedreira, mas não definiu uma data, o que gerou muitas reclamações. “Como recebemos solicitações e sabemos que milhares de pessoas circulam pela estrada diariamente, cobramos do prefeito a agilização na tomada de medidas para a reabertura segura da estrada do Bongue, assim como reparos urgentes nas ruas do bairro Jupiá e recapeamento da avenida Cristóvão Colombo, no bairro Algodoal, que vêm sendo utilizadas como rotas alternativas em função desta interdição”, conta.


Agora, com a definição das medidas que devem ser adotadas pela Prefeitura, a deputada insiste que é preciso que as obras e melhorias a serem realizadas para a liberação segura da estrada sejam agilizadas. “O transtorno que esta interdição vem gerando é muito grande e, certamente, irá se agravar com o retorno das aulas, que acontecem já nesse final de mês. Por isso, há necessidade de urgência nas obras e melhorias a serem executadas a fim de que a estrada do Bongue seja reaberta o mais breve possível, com segurança”, completa.


PEDREIRA DO BONGUE

A Prefeitura de Piracicaba, por meio da Simap (Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente), em conjunto com a empresa Engemaia, iniciou na tarde dessa quarta-feira (18), o corte de árvores no topo da pedreira do Bongue. As intervenções são realizadas para conter e prevenir novos desprendimentos de rocha no talude, o que pode ocasionar acidentes na avenida Jaime Pereira.


O prefeito Luciano Almeida e o titular da Simap, Alex Salvaia, estiveram com a equipe da Engemaia para acompanhar as intervenções - Imagem: Camila Piacentini

O prefeito Luciano Almeida e o titular da Simap, Alex Gama Salvaia, estiveram no local na quarta-feira (18), para acompanhar os serviços. “Recebemos o laudo final da pedreira na segunda, dia 16, e definimos uma sequência de medidas, como o corte dessas árvores que estão na borda da pedreira. Ao final do corte, faremos ainda instalação de tela de contenção com seis metros de altura; melhorias no sistema de drenagem no alto da pedreira; limpeza de área próxima à avenida, para retirar os fragmentos de rocha que já se desagregaram da pedreira. Com essas medidas, nesse momento, conseguiremos liberar a avenida Jaime Pereira dentro do prazo de 60 dias”, destacou o prefeito.


"Essa é uma primeira parte de todo o processo de corte das árvores no topo da pedreira. A Engemaia, que é a empresa contratada para manejo arbóreo na cidade, começou na tarde de hoje essas intervenções e deve continuar nessa área até o fim da semana. O objetivo é retirar as árvores que estão em área de risco e que podem causar o desagregamento de outros blocos de rocha. Por isso esses cortes são tão necessários", disse Salvaia.


Cortes das árvores no topo da pedreira do Bongue teve início nessa quarta (18) - Imagem: Camila Piacentini

Rogério de Oliveira, engenheiro florestal da Engemaia, explicou que, nesta semana, cerca de dez árvores de grande porte serão retiradas. “São árvores que estão na borda da pedreira e já dão indícios de que podem cair. É uma área de risco, então estamos fazendo esse trabalho com toda a segurança, utilizando corda de linha de vida com cinto de segurança, tipo de paraquedista, sustentando o operador de motosserra. Faremos os cortes até o fim da semana nessa área e na semana que vem seguiremos para uma área ao lado”, explicou.



ROTAS ALTERNATIVAS

A avenida Jaime Pereira seguirá interditada até que as obras sejam concluídas. Para os motoristas que utilizam este trajeto, a Semuttran orienta as seguintes rotas alternativas:


Opção 1 (desvio dos condutores dos bairros adjacentes)

Sentido bairro-centro: rua dos Dourados, rua das Piracanjubas, rua dos Lambaris, rua dos Mandis, rua Angelino Stella (Jupiá), avenida dos Marins, avenida Jaime Pereira

Sentido centro-bairro: avenida dos Marins, rua Angelino Stella, rua dos Mandis, rua dos Dourados (Jupiá), avenida Jaime Pereira


Opção 2 (desvio dos condutores da região Norte)

Sentido bairro-centro: seguir pela SP-304 ou avenida Cristóvão Colombo até a avenida 1° de Agosto.

Sentido centro-bairro: avenida Dr. Paulo de Moraes, avenida Presidente Kennedy, rua Dom João Bosco, avenida Dona Lídia, avenida Rui Barbosa, avenida 1° de Agosto, SP-304.




  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon
bottom of page