top of page
  • Foto do escritorO Canal da Lili

Alimentação saudável: especialista ensina dicas de como cortar o açúcar da dieta


Segundo estudo, o consumo de açúcar está associado ao desenvolvimento de doenças como diabetes, obesidade, gota, pressão alta - Imagem: Getty Images

O consumo diário de açúcar e a presença dele em quase todos os alimentos está causando danos à saúde de muitas pessoas. Não à toa, um artigo recente publicado na revista The BMJ, em abril deste ano, aponta que o alto consumo do açúcar foi associado a riscos significativamente maiores no desenvolvimento de doenças como diabetes, obesidade, gota, pressão alta, ataque cardíaco, derrame, depressão, câncer, asma e morte precoce. Diante disso, cortar seu consumo parece ser cada vez a melhor alternativa visando a saúde e o pleno funcionamento do organismo. Foi o caso da especialista em comportamento humano, Gisele Hedler, que é referência em estilo de vida saudável e transformação pessoal. Há 10 anos sem consumir o alimento, a sua própria história de vida mostra que essa atitude é altamente possível e transformadora.



De fato, o açúcar é altamente viciante e pode parecer impossível eliminar seu consumo. Além de ter falência dos rins, a especialista descobriu que possuía algumas alergias alimentares e isso foi determinante para ela cortar o açúcar de vez de suas refeições. A profissional explica que a nutrição é uma grande aliada e ensina algumas dicas para se livrar do alimento. “Se a pessoa tem o hábito de consumir o alimento todos os dias, uma semana sem açúcar já apresentará mudanças significativas no organismo”, diz a especialista.


Coma mais fibras

Gisele orienta que, quem deseja parar de comer açúcar, aumente a ingestão de fibras, sejam elas folhosas, leguminosas ou até mesmo em grãos, como girassol, aveia, chia e linhaça. “As fibras promovem mais saciedade e regulam a glicemia, evitando que se tenha hipoglicemia de rebote, uma das causas do desejo de consumir algo doce”, afirma.


Evite adoçantes artificiais

Evite adoçantes artificiais. Segundo Gisele, quanto mais alimentos doces oferece ao seu corpo, maior será seu desejo por açúcar, aumentando até mesmo receptores na saliva que detectam o doce.


Beba bastante líquido e consuma alimentos ácidos

É importante manter-se sempre bem hidratado pois o cérebro confunde fome com sede, segundo Hedler. Água e chás ácidos ou amargos, como carqueja, boldo e chá verde estão na lista. Para ela, sabores distintos ao doce vão desacostumar o paladar com o açúcar.


Evite o estresse

“Quando estamos estressados, a tendência é que descontemos no açúcar. Busque praticar meditação e mantenha mais contato com a natureza. Ouça músicas, leia bons livros e tenha boas amizades”, finaliza a profissional.

Comentarios


  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon
bottom of page