top of page
  • Foto do escritorO Canal da Lili

Alesp acata proposta da deputada Professora Bebel que classifica Piracicaba como MIT


A deputada Professora Bebel, na ponte Pênsil, um dos cartões postais da cidade, feliz com a conquista de Piracicaba - Imagem: Divulgação

A Comissão de Constituição, Justiça e Redação da Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo) e o Grupo Técnico de Análise dos Municípios Turísticos da Secretaria de Estado de Turismo e Viagens, ligada à Casa Civil do Governo de São Paulo, acataram o Projeto de Lei 39/2021 da deputada estadual Professora Bebel (PT) que classifica Piracicaba como um MIT (Município de Interesse Turístico). Agora, o Projeto de Lei ainda passará pela comissão de Atividade Econômica, antes de ir a plenário.


Para a deputada Bebel, trata-se de uma “grande vitória”, um vez que com a conquista do título, o que deverá ocorrer, a cidade pode receber recursos estaduais para investimentos em obras e melhorias do setor de turismo, assim como financiamentos, além de ganhar destaque no roteiro turístico estadual e nacional.



De acordo com critérios do governo estadual, para obter a classificação de MIT, as cidades devem preencher alguns critérios, como potencial turístico, ter um Conselho Municipal de Turismo, oferecer serviço médico emergencial, infraestrutura básica, plano diretor de turismo e atrativos reconhecidos.


“Portanto, entendemos que Piracicaba apresenta as condições (...), podendo, assim, ser classificada como Município de Interesse Turístico, uma vez que possui potencial turístico, dispõe de serviço médico emergencial, meios de hospedagem no local ou na região, serviços de alimentação e serviço de informação turística; dispõe de infraestrutura básica capaz de atender às populações fixas e flutuantes no que se refere a abastecimento de água potável e coleta de resíduos sólidos; possui expressivos atrativos turísticos, plano diretor de turismo e Conselho Municipal de Turismo”, consta publicação no Diário Oficial do Estado, edição do dia 5 de novembro.


Ao apresentar o projeto de lei, atendendo pedido do Conselho Municipal de Turismo de Piracicaba, que há anos vinha trabalhando para que a cidade receba esta classificação, a deputada Professora Bebel enfatizou que Piracicaba é repleta de costumes, tradições, história, riquezas naturais e de um povo acolhedor, e assim deveria ser beneficiada por uma política estadual de investimentos no turismo local.


Para a deputada Bebel, o turismo é um forte gerador de emprego e renda à população e, por isso, não mediu esforços para que a cidade recebesse essa classificação. “Toda documentação visando a inclusão de Piracicaba no MIT é resultado de um trabalho desenvolvido há dois anos pelo Conselho Municipal de Turismo da cidade, composto por representantes do poder público e privado, que foi o responsável por captar e atualizar toda documentação necessária para dar respaldo à propositura protocolada na Alesp. O Conselho seguiu todas as orientações da cartilha da Secretaria Estadual de Turismo de São Paulo, para viabilizar a documentação necessária, desde o pedido do prefeito Luciano Almeida como do próprio Conselho que orienta o rito do pleito e consistiu em preparar a documentação necessária, que inclusive é acompanhado de pedido do próprio prefeito Luciano Almeida”, ressalta a parlamentar.


Na justificativa do projeto, a deputada Professora Bebel ressaltou todas as qualidades da cidade, mapeadas pelo Conselho Municipal de Turismo, contando que Piracicaba, do tupi-guarani: “Lugar Onde o Peixe Para” é conhecida nacional e internacionalmente por suas riquezas culturais, naturais, gastronômicas e por suas referências nos ramos do comércio e indústria.


Destacou também o rio Piracicaba, assim como enfatizou que o planejamento urbano e os investimentos frequentes em infraestrutura têm proporcionado condições fundamentais para atrair a iniciativa privada em novos projetos locais, o que garante à cidade, certa estabilidade no desempenho socioeconômico e lhe dá vitalidade, criando um círculo virtuoso em direção ao futuro. Citou também que a rede hoteleira tem acompanhado a dinâmica dos negócios e a intensa vida acadêmica, bem como a condição de polo turístico e gastronômico, para onde convergem turistas de todas as cidades da região, assim como enfatiza que o setor de esportes e lazer receberam atenção especial nos últimos anos, que transformaram a cidade conceitualmente, estimulando a ampliação de áreas de lazer nos bairros e praças esportivas para integrar os jovens em campeonatos estudantis, e os idosos em atividades motoras.


Bebel ressaltou ainda que a cidade possui sinalização turística para veículos automotores e para pedestres nas principais rotas da cidade, com cinco pontos de atendimento ao turista, folhetaria informativa sobre os atrativos turísticos, calendário oficial de eventos, monitoria especializada em atendimento ao turista e visitante, frequente contato com o trade para o desenvolvimento turístico da cidade, uma hotelaria diversificada com mais de 3.500 leitos e mais de 250 estabelecimentos voltados à gastronomia local, regional e até internacional.


Comments


  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon
bottom of page