• O Canal da Lili

Além do uso estético: ácido hialurônico é um aliado na prevenção e no tratamento de doenças

Atualizado: 14 de fev.


De preenchimentos faciais a tratamento das articulações, a substância pode ser usada da cabeça aos pés - Imagem: Freepik

O AH (ácido hialurônico) é uma molécula presente naturalmente em no organismo, com a função de manter a saúde das articulações e dos tecidos. Porém, com o passar do tempo, o corpo vai perdendo essa substância, favorecendo o surgimento de rugas e linhas de expressão, além de reduzir o volume dos lábios e maçãs do rosto. A partir daí, começa a luta contra o envelhecimento e as pessoas começam a buscar ajuda de profissionais de saúde e estética para cuidados com a pele. Mas, há uma relação ainda maior com a saúde que poucos sabem.





"O preenchimento com ácido hialurônico ajuda a suavizar as marcas de idade e melhora o viço da pele. Também é utilizado para dar contorno de sulcos, rugas, olheiras, contorno facial e proporcionar volume em algumas partes do corpo", explica o cirurgião plástico Lucho Montellano, membro da SBCP e pós-graduado em Cirurgia Plástica pelo Instituto Ivo Pitanguy (PUC-RJ).


As primeiras linhas de expressão costumam aparecer a partir dos 30 anos e costumam ser mais evidentes em pessoas magras ou que perderam muito peso. Os movimentos de rir, chorar, falar e mastigar são executados de forma repetitiva criando, assim, pequenas dobras na pele.


Segundo a médica Ana Magella, especialista em dermatologia da Clínica Corporeum, o preenchimento com ácido hialurônico, além de preencher os espaços entre as células dando volume à região aprofundada, atrai moléculas de água e libera colágeno durante sua metabolização, mantendo a pele hidratada e firme. "Por se tratar de uma substância natural do organismo, a injeção de AH é biocompatível, ou seja, as chances de rejeição são praticamente nulas", completa a médica.


O ácido hialurônico também é aplicado através de injeções intra-articulares, terapia que promove melhora importante da dor - Imagem: Freepik

Mais funcionalidades

Outra curiosidade do ácido hialurônico é sua aplicação através de injeções intra-articulares, terapia denominada como viscossuplementação, que vem sendo destaque como nova alternativa de tratamento não-cirúrgico. Quem explica a novidade é o médico ortopedista Henrique Mansur, especialista em cirurgia de pé e tornozelo.


"A viscossuplementação tem funções muito importantes: lubrificação da articulação com osteoartrite, alívio da dor por meio de propriedades anti-inflamatórias, melhora da função e regeneração da cartilagem articular. Já temos diversos estudos demonstrando os bons resultados da terapia, principalmente nas articulações do joelho e quadril. Contudo, há estudos recentes que mostram melhora da dor e função também no tornozelo e na articulação subtalar (talo-calcaneana)", afirma o ortopedista.


Apesar de não ter a capacidade de restaurar toda a cartilagem da articulação comprometida pelo processo degenerativo, o uso do ácido hialurônico na viscossuplementação pode promover uma melhora importante da dor. "Em muitos casos, a terapia permite ao paciente adiar uma cirurgia de grande porte, como a colocação de prótese, por alguns anos", aponta Mansur.


A terapia é simples e pode ser realizada no consultório sem necessidade de preparo, e o paciente pode manter suas atividades normalmente. Além disso, de acordo o médico, apresenta poucas complicações e efeitos adversos, por ser uma substância produzida pelas articulações, quando sadias.


  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon