• O Canal da Lili

Abril Azul: monumentos em Piracicaba são iluminados para conscientizar sobre autismo


O famoso peixe também foi iluminado - Imagem: Prefeitura/CCS

O mês de abril é dedicado à conscientização sobre o autismo (TEA - Transtorno do Espectro Autista), transtorno que atinge mais de 2 milhões de pessoas no Brasil. Para reforçar a data, a Prefeitura de Piracicaba, por meio da Semob (Secretaria Municipal de Obras), atendendo ao pedido do vereador André Bandeira, iluminou com luzes azuis alguns monumentos e espaços públicos de grande visibilidade no município.


Estão iluminados de azul o Monumento ao Soldado Constitucionalista, localizado na praça José Bonifácio; a escultura do Peixe Dourado, na rodovia Luiz de Queiroz (SP-304), e a fachada da Estação da Paulista. Os locais ficarão iluminados durante todo o mês de abril.


A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Rede de Atenção Psicossocial, atende cerca de 100 crianças e adolescentes com TEA, na faixa etária dos 5 aos 17 anos em Piracicaba, no Centros de Atenção Psicossocial Infantojuvenil (Caps Infantojuvenil). Além de atividades terapêuticas (atendimento terapêutico individual pontual, oficinas terapêuticas, grupos terapêuticos e ambiência) e acompanhamento médico, também há uma parceria com o Instituto Cavalgar, para realização de atividades de equoterapia, com 12 vagas, atualmente.


Segundo Cristiane Florentino Alves Lima, coordenadora da Rede, cada usuário possui um PTS (Projeto Terapêutico Singular), planejado com o usuário e os familiares, de acordo com as suas necessidades e com base nos recursos técnicos, estruturais e humanos deste serviço e dos profissionais que compõem a equipe, formada por 4 psicólogos, 2 terapeutas ocupacionais, 1 enfermeira, 2 técnicas de enfermagem, 1 auxiliar administrativo, 1 auxiliar de limpeza, 2 estagiários.


“Ofertamos atividades que contribuem para o desenvolvimento das habilidades sociais das pessoas que apresentam demandas pertinentes ao Transtorno do Espectro Autista, bem como para a melhoria na qualidade de vida dessas pessoas, as quais possuem muitas potencialidades, a serem desenvolvidas. Nosso compromisso é com a oferta de um cuidado e atenção junto aos usuários atendidos, trabalhando para contribuir para a qualidade de vida dessas pessoas, que devem ser olhadas enquanto cidadãos de direito, em todas as esferas de sua vida”, ressalta Cristiane.


“O mês de abril é marcado com ênfase na conscientização do autismo. Hoje, dados mostram que em 1 a cada 54 nascimentos temos um autista. A cor azul é reconhecida no mundo como referência do autismo, por isso a iluminação azul em pontos importantes da cidade. Conscientização e respeito são fundamentais”, reforça André Bandeira.


ENTENDA

O TEA (Transtorno do Espectro Autista) atinge 1 em cada 160 crianças. No Brasil, são mais de 2 milhões de pessoas com autismo que devem ser inseridas na sociedade. O autismo impacta no desenvolvimento social e intelectual das crianças. Mas algumas pessoas só descobrem o transtorno na vida adulta. Não há cura para o autismo, mas a identificação precoce pode colaborar para a melhoria da qualidade de vida do autista e seus familiares.


Em 2007, a ONU (Organização das Nações Unidas) estabeleceu o dia 2 de abril para incentivar a conscientização do autismo e o mês de abril é marcado por ações de conscientização sobre o autismo. A cor azul foi escolhida como um dos símbolos do autismo porque a maioria dos diagnósticos de autismo é de pessoas do sexo masculino e também pelo fato de a cor azul transmitir calma e tranquilidade para os autistas. O objetivo da Campanha Abril azul é ajudar a derrubar preconceitos e sensibilizar os governantes a criar políticas públicas. O acesso ao diagnóstico e terapias de apoio pode ajudar o autista a viver em sociedade.

  • Facebook Clean
  • Instagram Clean
  • White YouTube Icon